Rússia: terremoto de magnitude 7,5 atingiu as Ilhas Curilas

Rússia: terremoto de magnitude 7,5 atingiu as Ilhas Curilas

Último Vídeo

Um terremoto de magnitude 7,5 na Escala Richter ocorreu na manhã desta quarta-feira (25) nas Ilhas Curilas, no sudeste da Rússia, seguido da evacuação da população devido ao risco de um tsunami. Segundo o Instituto Geofísico Americano (USGS), o terremoto aconteceu a uma profundidade de 59 km. O epicentro do terremoto foi localizado a 250 km a sudoeste da cidade de Severo-Kourilsk, na ilha de Paramushir, que fica ao norte das Ilhas Curilas.

Fonte: Reuters/ReproduçãoFonte: Reuters/Reprodução

"A segurança da população local é o que mais importa para nós neste momento", assegurou o governador da região de Sakhalin, Valéri Limarenko, pedindo que "ninguém permaneça na área suscetível a ser afetada pelas ondas”.

As Ilhas Curilas são um arquipélago localizado no extremo leste da ilha japonesa de Hokkaido. As quatro ilhas mais ao sul — Habomai, Shikotan, Etorofu e Kunashiri — são alvo de disputa entre a Rússia e o Japão desde o final da Segunda Guerra Mundial, o que impediu a assinatura de um tratado de paz entre Moscou e Tóquio após o final da guerra. Denominadas de "Territórios do Norte" pelo Japão, essas quatro ilhas atualmente fazem parte da região russa de Sakhalin (Extremo Oriente).

Evacuação de casas em áreas costeiras

Os moradores das Ilhas Curilas foram evacuados para uma área de segurança que fica em uma colina, devido à ameaça de um tsunami. No entanto, de acordo com o Ministério de Situações de Emergência da Rússia, apenas ondas de 50 centímetros de altura foram vistas na cidade de Severo-Kourilsk por volta das 04h15 da madrugada do horário local, e disse também que de acordo com relatos iniciais, nenhuma vítima ou dano foram registrados.

As autoridades meteorológicas no Japão não emitiram nenhum alerta de tsunami após o terremoto. A Associação Meteorológica do Japão apenas disse que poderá haver algumas mudanças nas marés, mas que isto não gerou a necessidade de emissão de alertas e nem avisos de vigilância.

Fonte: Reuters/ReproduçãoFonte: Reuters/Reprodução

Enquanto o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico dos EUA primeiramente emitiu um alerta de tsunami para o Havaí, que logo após foi cancelado. Os americanos também informaram que o Alasca e a Colúmbia Britânica do Canadá não correm o risco de enfrentar nenhum perigo em virtude deste terremoto, e que apenas algumas das áreas costeiras dos EUA podem sofrer pequenas alterações no nível do mar.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.