Arma laser capaz de destruir drones é divulgada pelos EUA

Arma laser capaz de destruir drones é divulgada pelos EUA

Último Vídeo

Um poderosíssimo laser de 150 kW de potência é a chave da mais nova arma divulgada pelo exército dos Estados Unidos. Os militares norte-americanos divulgaram imagens captadas durante o primeiro uso para testes do equipamento de alta energia que é capaz de derrubar objetos como drones, que os americanos chamam de Veículo Aéreo Não-Tripulado.

A apresentação foi feita a bordo do navio USS Portland, onde foi instalado o Demonstrador do Sistema de Armas a Laser de Maturação Tecnológica (LWSD, na sigla em inglês)

O LWSD foi a primeira implementação de um laser de estado sólido de alta potência a uma arma do tipo em uma embarcação da frota do Pacífico do país, e promete revolucionar os combates na água, uma vez que dispensa o uso de munição. 

Veja a demonstração no vídeo abaixo:

Segundo o capitão Karry Sanders, que comandou os testes, esse novo armamento será capaz de redefinir a maneira como se dão os conflitos marítimos também pela capacidade de derrubar desde objetos menores, como os drones, até aeronaves de pequeno porte. 

Segundo o comunicado oficial da Marinha norte-americana, embora as imagens divulgadas digam respeito apenas a testes, a arma está em avaliação graças ao crescente número de ameaças que os navios do país sofrem em missões, vindas desde pequenos barcos armados e veículos aéreos não tripulados até sistemas de reconhecimento da inteligência de adversários, como a China.

60 anos de testes

A Marinha dos EUA desenvolve armas de energia direcionada (DEWs), para incluir lasers nas embarcações, desde a década de 1960. Segundo o comunicado oficial, as DEWs são definidas como "sistemas eletromagnéticos capazes de converter energia química ou elétrica em energia irradiada e focalizá-la em um alvo, resultando em danos físicos que degradam, neutralizam, derrotam ou destroem uma capacidade adversa".

O sistema a laser foi desenvolvido pela Northrup Grumman, com integração e testes completos de sistemas e navios, liderados pela NSWC Dahlgren e Port Hueneme.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.