As maravilhosas abelhas-das-orquídeas parecem joias vivas perfumadas

As maravilhosas abelhas-das-orquídeas parecem joias vivas perfumadas

Último Vídeo

Você já ouviu falar nas abelhas-das-orquídeas? Elas pertencem a família Euglossini, apresentando cores vibrantes, e famosas por as mais extravagantes do mundo, além de excelentes perfumistas naturais.

(Fonte: Ramírez Santiago/Reprodução)(Fonte: Ramírez Santiago/Reprodução)

Um brilho inigualável

A Euglossini é uma família de abelhas bem única, que chama a atenção pelas extravagantes cores metálicas, sendo as mais famosas a azul, a verde e a dourada. Existem 200 espécies diferentes destes insetos e todas elas estão localizadas nas Américas, como por exemplo, no norte do México, nos Estados Unidos e no sudeste do Brasil.  

As abelhas-das-orquídeas se diferem muito de suas outras parentes não apenas no visual, mas também por viverem e possuírem funções bem diferentes. Elas não produzem mel, não constroem colmeias e tendem a viver de maneira solitária. 

Perfumistas excelentes

Entretanto, a questão mais marcante destas abelhas é como os zangões coletam e misturam as fragrâncias das flores para poder impressionar as fêmeas. É deste ato que vem o nome popular de abelhas-das-orquídeas, como uma consequência da forte relação do macho com as flores perfumadas das espécies Orchidaceae.

Eles visitam as orquídeas em busca de compostos aromáticos, como os terpenos e os sesquiterpenos, que são retirados do labelo da flor. Após isso, misturam essas fragrâncias e compostos para produzir um cheiro utilizado no ritual de acasalamento para seduzir as fêmeas. Portanto, as Euglossini são abelhas que conseguem juntar diferentes aromas existentes para produzirem um perfume próprio e único. 

(Fonte: Site Mel/Reprodução)(Fonte: Site Mel/Reprodução)

Para criar os mais diferentes e singulares odores, as abelhas-das-orquídeas chegam a utilizar várias tipos flores como, por exemplo, a baunilha. Isso que é talento, né?


Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.