Catnip pode proteger seus gatos de mosquitos

As plantas erva-de-gato (Catnip) e videira de prata geralmente são usadas para deixar os felinos mais alegres. Além de mais eufóricos, os gatos se movimentam mais, rolam no chão e se esfregam contra as plantas.

Essa tendência dos gatos se agitarem mais quando têm contato com essas plantas deixou os cientistas curiosos para saber o motivo. Um estudo foi conduzido por pesquisadores da Universidade Iwate, do Japão, que tiveram descobertas interessantes sobre essa reação.

(Fonte: Petz/Reprodução)
(Fonte: Petz/Reprodução)

As ervas e a proteção contra mosquitos

A popular erva-de-gato se refere às folhas individuais da planta Nepeta cataria, que obtém uma resposta positiva dos felinos. A Actinidia polygama, a videira de prata, também é positiva, e faz o animal se esfregar um pouco mais contra a planta.

A chave para as descobertas dos pesquisadores é uma substância chamada nepetalactol, um químico vegetal que produz a resposta eufórica nos gatos. O nepetalactol é frequentemente usado como repelente de mosquitos por humanos, mas o estudo descobriu que os felinos também podem se beneficiar da substância.

Quando um gato se esfrega contra as plantas Nepeta cataria ou Actinidia polygama, o nepetalactol é transferido diretamente para sua pele, que age como uma proteção contra os mosquitos e outros insetos, como uma defesa química.

O estudo

Os pesquisadores monitoraram gatos expostos às plantas e gatos sem essa exposição. Puderam concluir que menos mosquitos se aproximaram dos gatos que tiveram contato com as plantas. E o estudo não para por aí.

De acordo com o professor Masao Miyazaki, Universidade de Iwate, “a partir desses resultados, descobrimos que a reação dos gatos a essa planta é uma defesa química contra os mosquitos. Essa foi a descoberta mais significativa do nosso estudo. Por que essa reação é limitada aos gatos? Por que os animais não felinos não reagem à planta? Para encontrar respostas, queremos identificar o gene responsável pela reação.”

Gostou dessa notícia? Deixe um comentário e compartilhe o artigo nas redes sociais!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.