Seja o primeiro a compartilhar

Os camelos realmente guardam água na corcova?

Você já parou para se perguntar qual é a real função das corcovas dos camelos? Os dois tradicionais "morrinhos" nas costas dessas criaturas são uma marca — que compartilham com os dromedários, que têm apenas uma corcova — com uma função muito maior que a estética.

É comum que as pessoas assumam que, pelo fato de os camelos viverem no deserto e esse ser um ambiente difícil de se obter água, elas sirvam como um reservatório para o líquido. Mas será que isso é verdade? Abordaremos a anatomia desses fantásticos animais nos próximos parágrafos.

Armazenamento interno

(Fonte: Stocksnap)(Fonte: Stocksnap)

Se você estava buscando respostas, então saiba que sim, as corcovas dos camelos realmente servem para armazenar água. Mas engana-se quem pensa que essa é a única finalidade. Afinal, a água não é o único recurso escasso no deserto. Além da dificuldade de hidratação, achar fontes de alimento pode ser uma tarefa difícil.

Por esse motivo, os camelos gostam de comer o máximo que podem quando têm tempo para isso, abrigando o excesso de gordura nas corcovas e utilizando uma parcela desse estoque sempre que não há comida à vista. Segundo especialistas, essas criaturas podem viver meses sem uma única refeição.

Isso significa que, enquanto não tiverem o que comer, os camelos irão gastar a reserva de energia até o fim, fazendo que possam perder até 40% de seu peso corporal durante os períodos de jejum intermitente. Vale ressaltar que a dieta deles é bastante vasta, com até mesmo os cactos do deserto servindo para um lanchinho.

Preservando água e gordura

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Embora as corcovas não armazenem água como um cantil, elas podem ser usadas para ajudar as criaturas a preservar um pouco da água existente em outras partes do organismo. E o que isso quer dizer? Ao confinar quase toda a gordura corporal em uma única região, os camelos passam a ter boa parte da superfície do corpo sem ser impactada pelo calor.

Diferente do que ocorre com outros mamíferos, que têm estoques de gordura espalhados por várias partes do corpo, os camelos conseguem se manter frescos por boa parte do dia. Esse é o motivo pelo qual eles podem andar longas distâncias no calor escaldante do deserto sem derrubar praticamente nada de suor.

Mesmo durante a noite, quando a temperatura da areia cai drasticamente, eles estão preparados. Nessa hora, todo o calor "colhido" pelas corcovas é distribuído igualmente pelo restante do corpo, fazendo que os camelos consigam se manter com uma temperatura confortável mesmo depois que o sol já foi embora.

Mantendo-se hidratados

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Para que continuem hidratados durante todo o período que ficam caminhando pelo deserto, a tática dos camelos se baseia em encontrar formas eficientes de consumir o líquido armazenado em seu corpo. Segundo informações do National Geographic, os camelos-bactrianos podem consumir cerca 30 litros de água em 13 minutos.

Essa capacidade se deve em parte às células elípticas do sangue, cuja flexibilidade ajuda na absorção de água e no fluxo sanguíneo: como os camelos urinam com pouca frequência, criam fezes bastante secas e podem deixar sua temperatura corporal chegar a 41 °C antes de começar a suar, eles são basicamente feitos para reter água e resistir à desidratação.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.