Você usaria e devolveria um guarda-chuva compartilhado?

10/07/2017 às 09:411 min de leitura

Hoje em dia, estamos vivendo uma grande era de compartilhamento: seja através da nossa vida nas redes sociais ou até mesmo de serviços, como caronas e viagens. Pensando nisso, a empresa Sharing E Umbrella, da China, resolveu criar um serviço de compartilhamento de guarda-chuva. Você retira o objeto em uma espécie de caixa-automático e depois o devolve em qualquer máquina semelhante. O problema é que na prática isso não está funcionando...

Na China, os serviços compartilháveis estão em alta, mas o de guarda-chuva pode acabar indo para o ralo. Acontece que muita gente está “se esquecendo” de devolver os objetos! De acordo com o CEO da empresa, Zhao Shuping, praticamente todos os 300 mil objetos iniciais não foram devolvidos desde que o serviço começou a ser disponibilizado em 11 cidades chinesas, no começo de abril.

Para usar a novidade, a pessoa precisa desembolsar 19 yuans pelo cadastro (R$ 9,24), pagando mais alguns centavos para cada meia hora em posso do objeto. Porém, Shuping calcula um prejuízo de 60 yuans (quase R$ 30) por guarda-chuva furtado! Mesmo assim, ele pretende colocar até 30 milhões desses objetos em circulação até o final do ano. Será que vale a pena o risco? 

Quase todos os 300 mil guarda-chuvas deixaram de ser devolvidos

Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: