Este comportamento é o principal responsável pelo fim de relacionamentos
272
Compartilhamentos

Este comportamento é o principal responsável pelo fim de relacionamentos

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Comédias românticas costumam terminar quando o casalzinho principal finalmente fica junto. A história contada é a de como o namoro começou, e não de como foi depois de os dois envolvidos se acertarem. Na vida real, relacionamentos costumam ser ótimos no começo, mas muitos casais passam a perder o encanto com o passar do tempo, e a coisa tende a afundar.

Em um artigo publicado na revista Time, Kira Asatryan, escritora e conselheira de relacionamentos, falou a respeito do que acredita ser o maior problema entre casais que, depois da paixonite do início do relacionamento, vivem brigando e acabam se separando. Nós dividimos esse problema em quatro partes, para que fique mais fácil de entender – confira:

1 – Padrões de pensamento

Asatryan chama de armadilha cognitiva o fato de que muitas pessoas acreditam sempre que há apenas uma verdade. Nesse sentido, precisamos entender que, quando alguém discorda de algo que falamos, essa pessoa não necessariamente está errada.

Quem tem esse padrão de pensamento acaba prejudicando outros relacionamentos além dos amorosos, e é fácil entender isso, já que alguém que não aceita opiniões distintas costuma não ter muita paciência. Uma boa forma de resolver a questão é entender que todos temos pensamentos e opiniões diferentes. Acreditar que só o que você acha certo é o certo é, inclusive, uma forma de prepotência. Controle esse ego aí!

2 – Os três lados da história

Asatryan explica que é preciso levar a sério aquele raciocínio de que “existem três lados de toda história: o seu lado, o meu lado e a verdade”. Para ela, pensar nisso nos ajuda a compreender que o que é verdade para uma pessoa pode não ser para a outra e, na maioria das vezes, não há nada de errado com isso.

Quando você não aceita uma opinião diferente da sua, acaba invalidando o que quer que a outra pessoa tenha dito e se afasta dela. Durante esse processo, você vai se sentindo cada vez menos feliz e satisfeito.

3 – Uma questão de superioridade

Ter a certeza constante de que se está sempre com a razão é uma forma de se mostrar superior, basicamente dando a entender que você sabe o que é sempre certo e que a pessoa com quem você namora ou é casada, não. Esse comportamento destrói qualquer possibilidade de igualdade entre o casal.

Segundo o pesquisador John Gottman, a pessoa que faz de tudo para estar sempre certa acaba sendo desprezada pelos outros com o passar do tempo, inclusive pela pessoa com quem tem algum relacionamento amoroso – o desprezo, segundo ele, é o maior motivo por trás dos casos de divórcio.

4 – E de desrespeito também

Tá vendo como apenas um tipo de comportamento pode ser prejudicial de diferentes maneiras? O sabe-tudo, quando não aceita uma opinião diferente da sua, acaba mostrando que não respeita a pessoa com quem namora ou está casado. Adivinha só? Respeitar a opinião do outro é requisito fundamental para que qualquer relacionamento dure.

Sabe quando um relacionamento funciona? Quando os envolvidos não apenas têm diferentes opiniões, mas respeitam isso e não promovem qualquer tipo de disputa para ver quem estava certo. Dica: é possível entender o que a outra pessoa pensa, respeitar esse pensamento e ainda discordar dele.

Você consegue lidar com o fato de que algumas pessoas têm opiniões diferentes das suas?  Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.