(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com uma notícia do MSNBC, um estudo realizado por neurologistas italianos sugere que existe um tipo de dor de cabeça bastante específico, do qual inúmeras pessoas sofrem somente quando viajam de avião. Embora estudos anteriores sugerissem que este tipo de dor era algo raro, os pesquisadores italianos sugerem que ela pode ser mais comum do que se imaginava.

Segundo o site, os cientistas realizaram uma pesquisa com 75 pessoas que sofrem desse tipo de dor, considerada como peculiar por ocorrer apenas durante os voos e durar menos de meia hora. Além disso, aparentemente, a maioria dos indivíduos que sofrem com ela é do sexo masculino, e ela normalmente aparece durante a manobra de pouso da aeronave.

Depois de coletar as informações sobre a “dor peculiar” através de questionários, os pesquisadores observaram que todos os participantes do estudo descreveram a dor como intensa e pungente. Eles também descobriram que a dor surgia de forma repentina e que geralmente era sentida em um dos lados da cabeça, normalmente na região da testa logo acima dos olhos, desaparecendo apenas alguns minutos após a aterrissagem.

Equalizar é preciso

De acordo com Frederico Mainardi, um dos pesquisadores, os motivos exatos ainda são pouco claros, mas tudo parece indicar que a dor peculiar esteja relacionada, principalmente, com um desequilíbrio entre a pressão interna da cabine e a dos seios nasais.

Nem todo mundo consegue equalizar de forma eficiente quando ocorre um aumento da pressão barométrica — como ocorre durante as aterrissagens —, e isso pode provocar dor. Além disso, o formato dos seios nasais, a velocidade do avião, a pressão interna e até a altitude máxima da aeronave podem desencadear a dor, assim como o stress, a falta de sono e passar muitas horas com o pescoço em uma mesma posição.

Se você sofre desse tipo de dor de cabeça, os neurologistas sugerem o uso de anti-inflamatórios — como o ibuprofeno ou o naproxeno — e sprays para o descongestionamento nasal de 30 a 60 minutos antes da aterrissagem para ajudar a aliviar ou prevenir que a dor apareça.

Fonte: MSNBC e Cephalalgia