Carboidratos refinados podem viciar e fazer com que você sinta mais fome
43
Compartilhamentos

Carboidratos refinados podem viciar e fazer com que você sinta mais fome

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Se você está tentando perder peso ou simplesmente ter uma alimentação melhor, talvez seja um grande passo diminuir o consumo de alguns tipos de carboidratos. Além do motivo óbvio que envolve calorias e valores nutricionais, uma nova pesquisa revelou que certos alimentos podem agir da mesma forma que algumas drogas causadoras de dependência, ativando inclusive as mesmas áreas do cérebro.

O estudo, publicado no Jornal Americano de Nutrição Clínica, revela que carboidratos refinados são grandes vilões de quem quer perder peso. Caso você ainda não saiba, esse tipo de substância está presente em alimentos como macarrão, pão, arroz, biscoitos, massas em geral e afins.

A ingestão desse tipo de alimento e também dos que têm muito açúcar faz com que você fique ainda com mais vontade de comer, e esse efeito pode durar horas em seu organismo — ou seja, mesmo depois de uma refeição completa, você terá vontade de ficar “beliscando” alguma outra coisa.

Pesquisa

Fonte da imagem: Reprodução/HealthRecoveryTips

O estudo foi realizado com homens acima do peso e obesos, considerados “pessoas suscetíveis”, mas as descobertas a respeito dos carboidratos refinados são válidas para todos, especialmente para quem quer perder peso. Afinal, diminuindo a ingestão desse tipo de substância seu corpo vai sentir menos necessidade de comer, o que vai fazer com que a quantidade de calorias ingerida por você diminua também. É uma questão de matemática.

Um dos autores do estudo, David Ludwig, explica que evitar carboidratos refinados e açúcar pode realmente fazer com que se tenha menos vontade de comer. Quando você come um prato de macarrão, por exemplo, seu organismo vai transformar isso em glicose, então, se você pensar que carboidratos viram açúcar, fica relativamente fácil entender o processo simples e rápido de ganho de peso, especialmente em pessoas que são predispostas a isso.

Antes que você saia por aí dizendo que nunca mais na vida vai poder comer carboidratos, calma. Saiba que aqueles naturais, como sempre, são do bem. Idem para os açúcares encontrados em frutas e legumes, por exemplo. Quanto mais um produto é industrializado, pior para a sua saúde. Você precisa aceitar esse fato.

Uma questão de saúde

Fonte da imagem: Reprodução/Howtoloseweightrightnow

É verdade que você pode vir a sentir mais prazer comendo brigadeiro do que uma maçã, mas esse é só um truque desses alimentos com excesso de sabor e de açúcar. É assim que eles enganam seu cérebro e fazem com que você queira mais e mais, até que, de repente, aquela sua calça já não fecha. A maçã jamais faria isso com você. Ela tem a quantidade certa de açúcar, além de muitas vitaminas e fibras, que auxiliam o funcionamento correto do seu “corpitcho”.

A equipe de Ludwig fez uma experiência de comparação com 12 voluntários obesos. Metade deles ganhou bebidas com amido de milho, que contém baixos níveis de açúcar. O restante recebeu bebidas com xarope de milho, com alta concentração de glicose. Percebeu-se, então, que após algumas horas o segundo grupo já sentia muita fome, enquanto o primeiro ainda estava saciado.

Comparação

Fonte da imagem: Reprodução/MensHealth

Além do fator fome, os pesquisadores verificaram os picos de açúcar em amostras sanguíneas dos voluntários. O grupo que ingeriu amido não teve aumentos repentinos no nível de açúcar no sangue, bem ao contrário do outro time, que teve índices de glicemia bastante elevados.

Enquanto esses testes eram realizados, o cérebro dos voluntários era mapeado, com a finalidade de checar o fator viciante, citado no começo desse texto. Foi aí que se percebeu que o núcleo accumbens, área responsável pelas sensações de prazer – e, consequentemente, por alguns vícios – estava mais ativada naqueles que consumiram o xarope de milho.

E mais: esse tipo de estímulo viciante pode não só fazer com que você queira comer mais, mas também com que as comidas “erradas” pareçam ser mais saborosas. Sacanagem? A gente também acha, mas é melhor saber disso logo, perder menos tempo lamentando e mudar alguns dos seus hábitos alimentares, se você quiser ter uma vida mais saudável e uma velhice com menos doenças.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.