(Fonte da imagem: Reprodução/Second Life)

De acordo com uma notícia publicada pelo site TechNews, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos, sugere que a imagem de avatares sarados e magros pode ajudar os jogadores a querer entrar em forma.

Segundo a publicação, os pesquisadores acreditam que os indivíduos que se identificam fortemente com seus avatares — imagem virtual pública que os gamers criam para participar de jogos online — e que se preocupam com a forma como essa imagem é percebida pelos demais jogadores podem se sentir motivados a melhorar suas aparências na vida real.

Imagem virtual x imagem real

Conforme apontaram os cientistas, a criação de um personagem com aspecto saudável e em forma pode fazer com que os gamers visualizem a aparência física que poderiam ter caso decidissem encarar dietas e exercícios físicos, podendo servir como um empurrãozinho extra no sentido de incentivá-los a partir para a ação.

Além disso, o estudo apontou que os mundos virtuais que oferecem mais controle e opções na hora de criar um avatar podem exercer ainda mais influência no comportamento dos jogadores, permitindo, inclusive, que eles testem novos looks sem correr o risco de passar por mudanças físicas permanentes.