Seja o primeiro a compartilhar

Por que os fantasmas gritam 'boo' para assustar alguém?

Você já parou para pensar por que gritamos "boo" quando tentamos assustar uma pessoa? Ou então, qual o motivo de associarmos esse som bizarro com a fala de um fantasma? Esse é um termo utilizado pelos seres humanos desde o século XVI, aparecendo pela primeira vez em registros da década de 1560.

Porém, a palavra só foi associada aos seres fantasmagóricos há menos de dois séculos, tendo se perpetuado em diferentes culturas e utilizada em várias línguas diferentes. 

Origens do 'boo'

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Na visão de pesquisadores, a etimologia da palavra "boo" é incerta. Acredita-se que ela pode ter vindo de termos similares no latim e no grego, que significam "chorar alto, rugir ou gritar". Dicionários mais antigos sugerem que poderia ser uma onomatopeia que imita o mugido de uma vaca.

Independente de qual seja a origem, sabe-se que a palavra tinha um significado ligeiramente diferente há algumas centenas de anos: "boo" não era usado para assustar os outros, mas para afirmar uma presença. Inclusive, existe uma antigo provérbio escocês que diz "ele não consegue dizer 'boo' para um ganso", o que durante séculos tem sido uma maneira de chamar alguém de "tímido" ou "envergonhado".

Porém, com o passar do tempo, o termo foi ficando mais assustador. Especialistas garantem que a palavra é foneticamente adequada para produzir um som alto e surpreendente. Em 1738, o escritor Gilbert Crokatt disse em uma de suas obras que "'boo' é uma palavra usada no norte da Escócia para assustar crianças chorando".

Assim, o termo passou a ser associado a criaturas assustadoras. Em meados de 1800, fantasmas literários pararam de falar frases completas em diversas obras e começaram a se tornar apenas seres feitos para assombrar criaturas vivas.

Influência do espiritismo

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Para a surpresa de quase ninguém, o termo "boo" cresceu de popularidade em meados do século XIX. Esse foi um período histórico de crescimento do espiritismo, quando uma obsessão cultural generalizada com fenômenos paranormais fez com que muitas pessoas recorressem a médiuns e clarividentes para tentar se comunicar com os mortos. 

Cientistas naquela época até mesmo tentavam reanimar cadáveres e departamentos de polícia no Reino Unido começaram a relatar um número crescente de avistamentos de fantasmas. Portanto, não é exatamente uma coincidência que os fantasmas tenham começado a desenvolver seu próprio vocabulário e que muitas vezes eles fossem limitados ao termo "boo".

Em geral, é preciso destacar que tudo isso teve um início importante na Escócia. Muitas de nossas tradições de Halloween, como as lanternas de abóbora, foram levadas para o exterior por imigrantes celtas. A Escócia era uma grande exportadora cultural em meados em 1800, o que provavelmente fez com que "boo" se tornasse a saudação preferida de todos os fantasmas no mundo.

Sendo assim, da próxima vez que você achar que se deparou com um fantasma e ouviu um grito fantasmagórico do gênero, imagine que essa alma penada está tentando conversar com você em escocês!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.