Egípcia se separa de marido que fazia todo o trabalho doméstico

A gente já mostrou aqui no Mega que a ciência concorda que casais que dividem as tarefas domésticas possuem uma vida sexual mais saudável, ainda que, é claro, os homens façam muito menos serviços em casa do que as mulheres. Esse, entretanto, não é o caso de uma egípcia identificada como Samar M.: ela pediu o divórcio, apenas duas semanas após o casamento, porque o marido fazia tudo em casa!

Mohammad S., de 31 anos, tem uma loja de roupas com vários funcionários. Assim, ele pode deixar o comércio nas mãos deles e ficar mais tempo em casa, onde ele passa o tempo organizando e limpando tudo por prazer. Samar, que tem 28 anos, confrontou o marido por conta disso, e ele explicou que ela só fica lá se concordar com as regras da casa, isto é, com ele fazendo tudo e ela só observando.

Homem limpando a casaO ideal é que as tarefas domésticas sejam divididas entre o casal

“Nós ficamos casados por apenas duas semanas. Conheci e o amei por mais de 2 anos, mas odiei conviver com ele e não posso mais lidar com suas ações”, explicou a esposa frustrada ao jornal egípcio Masrawy. Ela ainda conta que Mohammad constantemente muda os móveis de lugar, mas nunca a deixa ajudar.

“Sentia como se fosse a hóspede permanente de um hotel”, reclamou. Antes de entrar com o divórcio, Samar contou para a mãe e a irmã de Mohammad como o marido era em casa, mas elas não acreditaram, já que, segundo elas, ele não fazia nada em casa quandoainda era solteiro.

Ambos moram em Nova Cairo, na região metropolitano do Cairo, e Samar espera que o direito chamado de khula, que permite o pedido de divórcio pelas mulheres islâmicas, seja respeitado. Para isso, ela está disposta a devolver o mahr, isto é, o dote ofertado pelos pais do noivo para que ela aceitasse se casar.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.