Papelão: em debate sobre Stalin, jornalistas russos trocam socos e tapas
168
Compartilhamentos

Papelão: em debate sobre Stalin, jornalistas russos trocam socos e tapas

Último Vídeo

Se você pensa que só aqui no Brasil a polarização política tem gerado debates acalorados – e muitas vezes irracional –, então precisa saber o que houve lá na Rússia na última terça-feira (30): dois jornalistas entraram no tapa por conta de uma discussão sobre o papel de Stalin na história.

Maksim Shevchenko é um político mais conservador, enquanto Nikolay Svanidze é mais liberal. Ambos foram convidados de uma rádio russa para debater a comédia política “A Morte de Stalin”, dirigida pelo britânico Armando Iannuci e que foi proibida de ser exibida nos cinemas de lá.

A discussão começou a ficar mais acalorada quando os jornalistas passaram a debater se vitória soviética na Segunda Guerra Mundial deveria ser atribuída ao Stalin ou ao povo soviético. A certa altura, perto do final do programa, o conservador Shevchenko soltou: “Você está cuspindo na sepultura daqueles que morreram perto de Moscou”.

brigaBriga aconteceu no final do debate

Svanidze não gostou da acusação e retrucou: “Você é um canalha por dizer que eu cuspo em seus túmulos. Eu te acertaria na cabeça se você estivesse mais perto”. Pronto, foi o que bastava para o kissuco ferver. Shevchenko chamou Svanidze para o braço e ambos resolveram brigar ali mesmo! Os socos e tapas só foram interrompidos com o final da transmissão e a interferência da equipe técnica da rádio, que também transmitia o debate ao vivo pelo YouTube.

O Kremlin usou a briga dos dois jornalistas para defender o argumento de por que o filme deve continuar banido do território russo. “Se esses dinossauros não conseguem manter suas emoções sob controle, o que dirá dos outros?”, explicou Dmitry Peskov, porta-voz do governo. Confira a briga no vídeo abaixo, a partir dos 52 minutos:

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.