Dia Internacional da Cerveja: veja quantos litros a galera bebe pelo mundo!
50
Compartilhamentos

Dia Internacional da Cerveja: veja quantos litros a galera bebe pelo mundo!

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Hoje, dia 3, primeira sexta-feira de agosto, para quem não sabe, é o Dia Internacional da Cerveja — bebida que, segundo indicam os registros arqueológicos, surgiu há 10 mil anos e, sem dúvida, exerceu um importante papel na evolução da civilização humana. A data comemorativa foi criada oficialmente em 2007 e, hoje é celebrada em mais de 50 países, certamente com muitos brindes feitos com ela, a boa e velha cerveja!

E já que estamos no assunto, você sabe o quanto a galera bebe de cerveja pelo mundo — e como os brasileiros ficam nesse ranking? Pois o pessoal do Cuponation, plataforma de cupons de desconto, fez um levantamento envolvendo 58 países em que foi comparado o consumo per capita com o salário mínimo, e você pode conferir o resultado no infográfico a seguir: 

Entenda melhor

Segundo dados revelados por um estudo do Cuponation — com base nos preços de um beer pint (500 ml) em dólares, estimados pelo Deutsche Bank para 48 cidades em diversos países este ano —, o levantamento apontou que os brasileiros consomem, em média, 6 litros de cerveja por mês. Isso corresponde a 14% do salário mínimo, caso se consuma em bares (e bares caros!) de São Paulo ou 11% em bares do Rio de Janeiro.

Ainda com base nesses dados, para cada uma dessas cidades que possuem piso salarial, o Cuponation descobriu quanto do salário mínimo local é comprometido para diferentes faixas de consumo médio. Um tcheco, por exemplo, que consome incríveis 12 litros mensais, compromete aproximadamente 7% do seu salário caso ganhe o mínimo; já se esse cara consumir apenas 6 litros, como o brasileiro, a proporção cai para 4%.

Copo de cervejaHum... (Pixabay/Raw Pixel)

Por outro lado, o alemão, cujo consumo mensal é de 9 litros, a porção comprometida é de 5% do salário mínimo, e o belga, com 6 litros mensais, dispõe de 4% — aproximadamente 3 vezes menos do que o carioca ou o paulista. Já nos EUA, o poder de compra é um pouco menor: para os 7 litros consumidos, os americanos gastam 7% do salário mínimo.

Vale, também, destacar quais cidades têm o beer pint mais caro: Dubai, nos Emirados Árabes, aparece em primeiro lugar, com US$ 12 (R$ 46) por 500 ml da bebida; Oslo, na Noruega, vem em segundo, com US$ 10,3 (R$ 39). Em São Paulo, o custo é de quase R$ 14 pela mesma quantidade e, no Rio, R$ 12.

Claro que os valores mencionados correspondem a cervejas degustadas em bares — e, como dito, provavelmente em bares caros — e não ao popular “litrão” ou mesmo as garrafas de 600 ml que o leitor possivelmente consome na balada. Há, também, o efeito da taxa de câmbio: houve durante o ano depreciação do real com relação ao dólar, moeda na qual o estudo do Deutsche Bank se baseou para fazer os cálculos.

*Via assessoria.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.