5 roubos de avião que terminaram em acidente (e 1 que ficou só no passeio)
23
Compartilhamentos

5 roubos de avião que terminaram em acidente (e 1 que ficou só no passeio)

Último Vídeo

Sabe o caso recente do funcionário que roubou um avião da Horizon Air e saiu para um voo que terminou em acidente na região de Seattle, nos Estados Unidos? O caso é bastante impressionante, mas, por incrível que pareça, não é o único na história da aviação em que pessoas sem a devida habilitação resolvem pegar um avião vazio e, por um ou outro motivo, sair para um passeio pelas redondezas. Infelizmente, nem sempre a história termina bem – e nós listamos alguns dos casos mais famosos. Confira:

1. 23 de maio de 1969

C-130 Hercules. Foto: Reprodução/Lockheed Martin

Com saudades de casa, Paul Meyer, mecânico da Força Aérea dos EUA que trabalhava na base aérea de Mildenhall, na Inglaterra, decidiu roubar um Lockheed C-130 Hercules cargueiro para tentar rever a esposa. O militar, que já havia perdido uma promoção de cargo pelo seu histórico de indisciplina, chegou a enviar uma mensagem via rádio para a mulher, com quem havia se casado 2 meses antes: “Adivinha? Eu tô indo pra casa!”, disse. Só que não, porque o avião se espatifou no Canal da Mancha.

2. 22 de agosto de 1979

Hawker Siddeley HS748 da Satena. Foto: Reprodução/Airliners.net

Recém-demitido, o mecânico aeronáutico Armando Nieto Jaramillo, de apenas 23 anos, sequestrou um avião de passageiros Hawker Siddeley HS748 da Satena, decolou do aeroporto de Bogotá e se jogou em uma área residencial da capital colombiana. Apesar de não haver passageiros a bordo, ele matou duas pessoas e feriu dez que estavam em solo. E mais: o jovem, que segundo relatos tinha transtornos mentais, pode ter tentado acertar a própria casa, distante apenas alguns metros do acidente.

3. 4 de julho de 1986

A-4M Skyhawk. Foto: Reprodução/Wikipedia

Nos anos 80, Howard Foote Jr., um fuzileiro naval que sonhava ser piloto, resolveu dar uma voltinha de 45 minutos em um A-4M Skyhawk da Marinha norte-americana. O rapaz fez uma série de acrobacias e pousou de volta na base de El Toro, na Califórnia. Foote era piloto de planador e já havia feito 100 horas de treinamento em um simulador do Skyhawk antes de descobrir que, por questões de saúde, não poderia pilotar caças profissionalmente. Ele voltou à vida civil e, acredite, ainda se tornou piloto de testes.

4. 13 de julho de 1994

Antonov An-26. Foto: Reprodução/Wikipedia

Quase uma década depois, foi a vez de um engenheiro da Força Aérea Russa se arriscar em uma aventura com um Antonov An-26 de transporte de passageiros. O militar conseguiu fazer a proeza de decolar da base aérea de Kubinka, perto de Moscou, e se manter em voo por algum tempo, mas parece ter se esquecido de um detalhe básico: checar o combustível. Com os tanques quase vazios, não demorou muito até que o querosene secasse e, em plena pane seca, o engenheiro morresse na queda do avião.

5. 25 de maio de 2003

Boeing 727 envolvido no desaparecimento. Foto: Reprodução/Air & Space Magazine

Ben Charles Padilla, mecânico aeronáutico que também tinha licença para pilotar pequenos aviões, foi quem deu sumiço em um Boeing 727 que estava em manutenção no aeroporto de Luanda, em Angola. Padilla e um assistente recém-contratado decolaram com o jato e rumaram para o oceano Atlântico para nunca mais serem encontrados. Especula-se que o desaparecimento, até hoje sem solução, tenha sido parte de um esquema criminoso para faturar em cima da seguradora da aeronave.

6. 10 de agosto de 2018

Bombardier Q400 da Horizon Air. Foto: Reprodução/Airliners.net

O agente de solo Richard Russell, da Horizon Air (que opera os voos regionais da norte-americana Alaska Airlines), decolou com um Bombardier Q400 vazio e fez um voo arriscado sobre a região de Seattle, nos EUA, até se acidentar na ilha de Ketron. Em gravações que reproduzem a conversa de Russell com os controladores de voo, é possível ouvir o funcionário perguntando se a Alaska Airlines o contrataria como piloto se ele pousasse o avião em segurança. O caso ainda está sob investigação.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.