Pérola mais antiga do mundo será apresentada em Abu Dhabi

Uma pérola de 8 mil anos de idade, considerada a mais antiga do mundo, poderá ser vista de perto em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) a partir do próximo dia 30 de outubro. Trata-se da primeira vez que a cobiçada joia será exibida ao público desde a sua descoberta.

Batizada de “Pérola de Abu Dhabi”, ela foi encontrada em um sítio arqueológico localizado na ilha de Marawah, próximo à capital do emirado, em 2017. Os arqueólogos a acharam na sala de uma estrutura que estava sendo escavada, conforme a CNN.

(Fonte: CNN/Reprodução)

Para determinar a idade dela, foi realizado o teste de datação por radiocarbono. Os resultados revelaram que a sua formação se deu de 5 mil a 5,8 mil anos antes da nossa era, no período neolítico. Desta forma, ela se tornou a pérola mais antiga já descoberta.

Além da idade, o tamanho também chama a atenção: seu diâmetro tem menos de um terço de um centímetro. Já a cor é uma tonalidade rosa pálido, segundo a publicação.

Exposição no Louvre de Abu Dhabi

A exposição em que o público verá pela primeira vez a pérola mais antiga do mundo acontecerá no museu Louvre de Abu Dhabi, abrindo as portas no final do mês e funcionando até fevereiro de 2020.

Intitulada “10 Mil Anos de Luxo”, a mostra celebra uma história mundial de luxo por meio de 350 objetos, abrangendo diferentes culturas e civilizações, misturando o passado com o presente. Os visitantes terão uma noção melhor das raízes históricas do conceito de luxo.

Como a pérola é formada

As pérolas se formam dentro das ostras, surgindo a partir do momento em que o organismo do molusco é atacado por um invasor. Ela é o resultado deste mecanismo de proteção, cujo objetivo é defender o manto, tecido que cobre todo o corpo do animal e protege seus órgãos.

Todo o processo leva uma média de três anos e em geral ela é retirada com 12 mm de diâmetro, mas pode chegar a ter até 3 cm. O detalhe é que nem todas as ostras formam pérolas: apenas as das famílias Pteriidae e Unionidae, de água salgada e doce, respectivamente.

Somente as que saem redondinhas têm valor comercial.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.