Desafio do sal: entenda os perigos da nova moda da internet

Desafio do sal: entenda os perigos da nova moda da internet

Último Vídeo

Vídeos de desafio são parte da cultura da internet provavelmente desde seus primórdios. Hoje, com o TikTok, novos desafios estão viralizando, em formato no qual surgem e desaparecem modas mais rapidamente. É notável a ocorrência de muitos só neste ano, como o desafio do sal, o flip the switch ou o quebra-crânio.

Desafio do sal

Colocando uma quantidade exagerada de sal na boca, como uma colher de sopa, as pessoas engasgam, cospem, fazem cara feia - é o que vemos nos segundos de vídeo -, mas as consequências a curto e longo prazo do desafio do sal são graves.

O Organização Mundial de Saúde alerta: o consumo diário de sal adequado é uma colher de chá. Segundo Ronaldo Gismondi, vice-presidente do Departamento de Hipertensão da Sociedade de Cardiologia do Estado do RJ, o exagero eleva a pressão arterial, sobrecarregando o sistema cardiorrespiratório.

Leva também a desidratação, o que causa "tontura, irritabilidade, sonolência e até coma," afirma o cardiologista Marcelo Cantarelli.

Se fizer o desafio do sal, é necessário beber muita água imediatamente. Se sentir tontura, arritmia ou sonolência extrema, procure um médico.

Segundo Cantarelli, o alto consumo diário de sal a longo prazo pode comprometer diversos órgãos, como coração e rins.

A febre dos desafios

A rede social TikTok permite edições divertidas em vídeos curtos, ferramenta que facilita a criação desse tipo de conteúdo. Alguns desafios, como o "flip the switch", em que casais heterossexuais trocam de roupa entre si após um corte da imagem, são apenas engraçados. Porém, os que levam (em sua maioria) jovens a se colocam em situações desgradáveis ou de risco, tem sido uma crescente preocupação mundial. O "quebra-crânio", por exemplo, mostra três pessoas que pulam de maneira muito parecida, mas a terceira leva uma rasteira inesperada e cai, possivelmente batendo a cabeça.

O YouTube proíbe vídeos de desafios perigosos e os remove se adicionados. Para desespero dos pais em todo o mundo, eles estão bombando no novo app da moda, apesar dos termos de uso do TikTok os proibirem. Com a viralização do "quebra-crânio", o ministro da educação da Turquia fez declaração em fevereiro alertando aos perigos do desafio, país onde o TikTok é o aplicativo mais baixado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.