Coronavírus: supermercado é forçado a jogar fora US$ 35 mil em comida

Coronavírus: supermercado é forçado a jogar fora US$ 35 mil em comida

Último Vídeo

Na semana passada, no distrito de Hanover, condado de Luzerne, Pensilvânia, uma piada de mau gosto deu muito errado: enquanto o país enfrenta a pandemia de covid-19 e o medo da contaminação pelo coronavírus vem se se espalhando, uma mulher de 35 anos foi a uma loja da rede de supermercados Gerrity's, tossiu e cuspiu deliberadamente em toda a seção de frutas e legumes, e também na padaria do estabelecimento.

Gerrity's / ReproduçãoGerrity's / Reprodução

No Facebook, Joe Fasula, um dos proprietários da rede, denunciou a "brincadeira" e disse que foi obrigado a jogar no lixo US$ 35 mil em alimentos, aqueles nos quais a mulher tossiu. Uma escolha justificada pelo medo de contaminação: "não vamos correr nenhum risco com a saúde e o bem-estar de nossos clientes", escreveu ele, falando que este foi um dia muito triste e que ele sente vergonha por ter sido obrigado a desperdiçar comida. Ele ainda afirmou que “é sempre uma pena quando alimentos são desperdiçados, principalmente nesse momento em que tantas pessoas estão preocupadas com o suprimento de comida”.

Em cooperação com as autoridades de saúde, as equipes do estabelecimento identificaram cada área do estabelecimento onde a pessoa esteve e realizaram uma limpeza completa.

A mulher responsável por esta situação foi rapidamente presa pela polícia. Segundo a publicação The Philadelphia Inquirer, ela já era conhecida de longa data pela polícia por causar problemas na comunidade local. A advogada do condado, Stefanie Salavantis, disse que várias acusações foram feitas contra a mulher e sua fiança foi fixada em US$ 50 mil. "Além disso, parabenizamos os gerentes pela rápida e completa eliminação de produtos potencialmente contaminados e pela limpeza das instalações", acrescentaram as autoridades.

Gerrity's Supermarket/ReproduçãoGerrity's Supermarket/Reprodução

A história já foi relatada por vários meios de comunicação a ponto de trazer a pequena rede de supermercados para o centro das atenções nos Estados Unidos. Também no Facebook, Joe Fasula relatou ter recebido muitas palavras de encorajamento, inclusive nas vitrines do supermercado onde esse fato ocorreu. Ele explicou que "ficou emocionado com o apoio que sua empresa e sua equipe receberam. Continuaremos a explorar novas maneiras de tornar nossas lojas o mais seguras possível para todos", escreveu Fasula.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.