Casal doa buffet de casamento cancelado para equipe de saúde pública

Casal doa buffet de casamento cancelado para equipe de saúde pública

Último Vídeo

Um casal inglês que teve as celebrações de seu casamento canceladas em virtude das restrições impostas pelo governo para contenção da pandemia do coronavírus decidiu doar a comida do banquete — que já havia sido encomendada — para os trabalhadores do NHS, o órgão nacional da saúde pública britânico que inspirou o SUS brasileiro.

A saborosa doação de Fiona e Adam Gordon beneficiou mais de 400 funcionários de dois hospitais de Kingston-upon-Hull, cidade turística do litoral nordeste da Inglaterra.  Os noivos estavam planejando seu casamento há mais de um ano, mas quando souberam que sua recepção não seria realizada no último domingo (29), foram consultados pelo serviço de buffet se gostariam de doar a comida. 

Eles concordaram e, em vez de uma grande celebração, cercada de familiares e amigos, tiveram uma cerimônia discreta com a presença de apenas duas testemunhas por causa da proibição de eventos sociais determinada pelas autoridades britânicas para conter a propagação do coronavírus.

Segundo Fiona, eles haviam contratado um buffet para 120 convidados e, como o evento teve que ser cancelado já em cima da hora, a empresa já havia comprado todos os ingredientes. O cardápio era constituído de um jantar de rosbife, canapés e uma leitoa assada.

Banquete na enfermaria

Fonte: Mirror/Reprodução  Mirror 

Tony Norris, gerente da empresa de buffet Galloping Gourmet, entrou em contato com uma instituição de caridade de veteranos chamada Hull4Heroes para ajudar a servir a comida. Os veteranos pretendiam homenagear o pessoal do NHS pelo seu trabalho dedicado à população e se ofereceram para pagar pela refeição, deixando o casal Gordon com um crédito para utilização em uma festa futura. 

Assim, o proprietário do bufê embalou o jantar no trailer de Tony Norrie, veterano da Marinha Real Inglesa, e voluntário do Hull4Heroes serviram a comida a uma equipe de médicos e enfermeiros perplexos e encantados da Enfermaria Real de Hull e do Hospital Castle Hill.

O fundador da instituição de caridade, Paul Matson, confessou que se sentiu emocionado ao servir sanduíches de leitoa assada aos famintos profissionais de saúde. Segundo ele, "todo mundo se deliciou e até o diretor do hospital saiu para agradecer".

Fiona Gordon, a noiva, também se mostrou muito feliz: "A reação que tivemos ao fazer essa doação foi absolutamente incrível, mas é claro que os verdadeiros heróis são os trabalhadores da instituição de caridade". 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.