Homem encontra a casa invadida por plantas após 7 meses de viagem

Homem encontra a casa invadida por plantas após 7 meses de viagem

Último Vídeo

Um homem que permaneceu sete meses afastado de sua residência na cidade de Langfang, província de Hebei, na China, descobriu, ao retornar, que sua casa havia sido tomada por trepadeiras, transformando-se num verdadeiro jardim botânico. 

O morador, que não revelou seu nome, afirmou que se encontrava ausente em viagem à sua cidade natal para o Festival de Primavera quando irrompeu a pandemia do coronavírus e ele foi impedido de retornar à sua casa por causa de barreiras sanitárias impostas pelo governo. 

Encantado com a paisagem doméstica, decidiu compartilhar vídeos e fotos da casa nas mídias sociais. Nas imagens divulgadas, é possível admirar uma grande variedade de videiras revestindo de verde as paredes do apartamento, utilizando quadros de fotografias, a televisão e demais móveis como suporte para se espalhar e subir até o telhado. 

Um jardim botânico em 7 meses

O vídeo do jardim botânico dentro do pequeno apartamento viralizou rapidamente, e as pessoas que comentam nas redes sociais perguntam o que teria causado um crescimento tão exuberante daquelas plantas sem a presença do morador. No entanto, foi revelado que o irmão do homem comparecia periodicamente ao local para regar dois vasos de plantas.

Esse irmão, que mora no mesmo edifício, tem cópia da chave e ficou responsável por cuidar das plantas de vez em quando, apenas para não deixá-las morrer. Mas o que o dono do apartamento não imaginava era que o irmão, que aparentemente tem uma "mão boa" para plantas, iria deixar que as plantas ocupassem o apartamento inteiro.

Um internauta, que perdeu quatro plantas nos últimos meses, perguntou: "Qual é o segredo do seu irmão?". Outros contestam a história afirmando que não é possível que, em apenas sete meses, uma planta possa crescer tanto. Não se sabe se o irmão não se preocupou em podar as trepadeiras, ou se queria apenas fazer um pegadinha. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.