Paris abre a temporada de verão com sessão de cinema flutuante

Paris abre a temporada de verão com sessão de cinema flutuante

Último Vídeo

Com normas de afastamento social ainda vigentes na maioria dos países, diversas empresas e organizadores de eventos estão sendo obrigados a se reinventar. A ideia é tornar reuniões sociais e festas mais seguras para frequentadores e visitantes, já que a covid-19 modificou para sempre os conceitos de cerimônias no mundo.

Em Paris (França), a temporada de verão teve início com uma novidade: a inauguração de um cinema flutuante, no qual as pessoas podem assistir aos filmes a bordo de barcos elétricos socialmente distantes.

Chamado de Cinéma sur l'Eau (Cinema sobre a Água), o evento terá sua abertura em 18 de julho no Rio Sena. A inauguração irá marcar o retorno do programa municipal Paris Plages (Praias de Paris), que instala praias temporárias na capital francesa durante o verão.

Fonte: Edward Bertelot/Reprodução(Fonte: Edward Bertelot/Reprodução)

A sessão do cinema flutuante

Todos os 38 assentos do Cinema sobre a Água serão gratuitos e distribuídos por sorteio em uma loteria criada para esse fim com bilhetes disponíveis até 15 de julho. Quem não conseguir os ingressos especiais poderá assistir ao filme de uma das 150 espreguiçadeiras espalhadas nas margens do Sena.

Em todos os verões, locais da cidade são transformados em praias artificiais, com direito a palmeiras, espreguiçadeiras, guarda-sóis e até piscinões. Todas as atividades são gratuitas. 

Devido à pandemia mundial, espera-se que o Paris Plages deste ano seja bem diferente dos demais. A prefeita da cidade, Anne Hidalgo, afirmou à emissora RTL que "Muitos parisienses não sairão de férias. Muitos visitantes podem vir a Paris, especialmente de outras regiões francesas, não do exterior, e realmente queremos recebê-los e manter esse espírito festivo".

Filmes em cartaz

Um dos filmes que serão exibidos na inauguração do cinema flutuante será Le Grand Bain (Um Banho de Vida), uma comédia de Gilles Lellouche. Lançado no 71º Festival de Cinema de Cannes em 2018, o longa conta a história de um homem deprimido que resolve formar uma equipe de nado sincronizado com amigos na faixa dos 40 anos de idade.

A outra atração, o curta-metragem A Corona Story, do diretor parisiense Victor Mirabel, fala da atual pandemia do novo coronavírus e venceu um concurso da cadeia de cinemas mk2 Troiscouleurs. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.