Pais batizam a filha de Twifia para ganhar 18 anos de internet grátis

Pais batizam a filha de Twifia para ganhar 18 anos de internet grátis

Último Vídeo

Um casal suíço acaba de ganhar 18 anos de internet com Wi-Fi por ter cumprido uma tarefa comum para a maioria dos pais: batizar a sua filha. Porém, o que garantiu gratuidade de internet até a maioridade da garota foi o nome que lhe deram: Twifia.

O prêmio foi um desafio lançado no Facebook por um provedor de internet local, que prometia 18 anos de acesso grátis à grande rede para os pais que nomeassem seu recém-nascido com o nome de Twifus, caso fosse menino, ou Twifia, se fosse uma menina.

Fonte: Twifi/Divulgação
Fonte: Twifi/Divulgação

Encarando o desafio da Twifi

Quando viram o anúncio, os pais de Twifia não acharam o nome tão esquisito assim. Além disso, a promessa de 18 anos de internet gratuita levantou a ideia de colocar o valor economizado numa conta de poupança para a filha.

A princípio, a mãe relutou um pouco. Pensava em si mesma chegando na janela e gritando: “Twifia, vem jantar”, ou ficando preocupada que Twifia pudesse, de repente, cair. Mas o pai a convenceu: “Quanto mais eu pensava nisso, mais único o nome se tornava para mim, e foi aí que a coisa adquiriu um certo charme”, disse ele à mídia local.

A mãe confessou aos jornalistas: “É filha dele também. E, para mim, o nome Twifia significa conexão neste contexto. E um vínculo eterno! Existem nomes muito piores. E quanto mais dizemos ‘Twifia’, mais forte o nome soa”. Pouco tempo depois, o pai não hesitou, foi ao cartório e voltou com a certidão de nascimento com o nome registrado: Twifia!

Fonte: Dailyhunt/Reprodução
Fonte: Dailyhunt/Reprodução

Pais envergonhados

Porém, após nomear a filha com o nome inusitado, os pais decidiram permanecer no anonimato. E também não gostariam que Twifia se tornasse pública. Os dois se declararam um pouco envergonhados, não só pelo nome em si, mas também para evitar acusações de que venderam o nome da filha.

O dono da Twifi, Philippe Fotsch, respeitou a decisão do casal e disse que, mesmo permanecendo anônimos, ainda assim irá cumprir a sua parte do acordo por “uma questão de honra”.

Ao site Kidspot, Fotsch declarou que a oferta de sua empresa continua de pé para outros pais que toparem chamar os seus bebês de Twifus ou Twifia. Alguém aí se conecta com a ideia?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.