Seja o primeiro a compartilhar

Álcool em excesso no Ano-Novo, quais são os malefícios?

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas é sempre um tema preocupante, ainda mais quando se torna um hábito. Ter uma vida regada com bebidas alcoólicas e fazer disso uma rotina pode trazer inúmeros problemas de saúde, como: a famosa cirrose, doença hepática onde o fígado é comprometido, pressão alta, desnutrição, desidratação, problemas renais, queda da imunidade, onde o álcool ajuda no retardo da resposta imunológica, causando assim, infecções. E também aumenta a probabilidade de diversas doenças, como: doenças mentais, vários tipos de câncer, problemas de coração e AVCs.

E para quem bebe excessivamente em datas comemorativas como no ano novo? O que se deve fazer e quais são as consequências?

O que devemos ter em mente é que não há problema nenhum em beber em algumas situações, basta ter responsabilidade, não é mesmo? Quando acontece alguma data especial as pessoas normalmente usam a expressão “Vou beber todas” e perdem a noção de quando já exageraram e “passaram do ponto”. Essa quantidade de bebida que entra no organismo de forma rápida pode ocasionar confusão mental e comportamento atípico pela simples razão do organismo metabolizar rapidamente o álcool, ainda mais se o estômago estiver vazio.

A retenção de líquido também é um fator significante para quem consome álcool, deixando o organismo desidratado pela inibição do hormônio antidiurético e deixando com uma aparência inchada devido à retenção hídrica.

Falando em calorias, as bebidas mais calóricas são aquelas que contém açúcar refinado, como as caipirinhas e as batidas de frutas. A cerveja também é considerada bem calórica por ser composta de carboidratos. Já os destilados também possuem muitas calorias, mas são bebidas mais fortes e que normalmente consumimos em menores quantidades. 

Cerveja, bebida altamente calórica
Cerveja, bebida altamente calórica

O álcool compromete o sistema digestivo, causando náuseas, enjoos, fazendo com que o corpo queira expelir o álcool que está em excesso. Além disso, o álcool mexe efetivamente com o nosso equilíbrio, sentimos tonturas, sono e nossos reflexos diminuem porque o ele diminui a transmissão cerebral da capacidade motora. Essa é a grande causa dos acidentes de carro que acontecem pelo mundo. Então se beber, não dirija, espere a bebedeira passar ou chame um carro pago para te buscar, com toda segurança.

Hoomem alcoolizado dirigindo
Homem alcoolizado dirigindo

A pessoa alcoolizada fica desorientada e por consequência ela fica vulnerável e frágil por onde estiver. Em grandes festas e baladas como acontece no Ano Novo, por exemplo, há mulheres que sofrem abuso por estarem inconscientes, ou muito alteradas.

O álcool mexe com a nossa memória, então não estranhe se no dia seguinte você não se lembrar de muita coisa.

Como evitar tais sintomas?

– Hidrate-se com regularidade para que a concentração de álcool no seu sangue não seja alta;

– Alimente-se para que com o “estômago cheio”, o álcool demore mais para ser metabolizado e não se torne tóxico;

– Beba devagar, sem pressa;

– Evite bebidas com teor alcoólico alto;

 – Se conheça e saiba sua tolerância.

Beba com responsabilidade, beba com moderação. 

***

Marcela Andrade, colunista semanal do Mega Curioso, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, bacharel em Nutrição, perita judicial na área da Nutrição e pós-graduanda em Saúde Pública com ênfase em Estratégia Saúde da Família.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.