141
Compartilhamentos

Homem chora ao reencontrar esposa falecida via realidade virtual

Um documentário de TV exibido recentemente na Coreia do Sul tem provocado emoções e dividido a opinião de fãs. No show, a emissora MBC promove encontros de pessoas com seus entes queridos que faleceram, através da tecnologia de realidade virtual (VR).

Na segunda temporada da produção artística, chamada I Met You, Kim Jung-soo, um homem de 51 anos, se emocionou ao reencontrar sua esposa morta, através das técnicas de VR. O homem chora muito e chega a dançar com a imagem da amada.

Fonte: MBC/Reprodução
Kim Jung-soo e sua esposa, antes da morte dela (Fonte: MBC/Reprodução)

Segundo a emissora, a cena de reencontro do casal demandou pelo menos seis meses de preparação. Eles tiveram que reconstruir diversos movimentos de interação possíveis, e a voz capturada da esposa de Kim teve que ser combinada à voz de uma atriz para torná-la mais parecida possível com a original.

Aquecendo o coração das pessoas

O encontro emocionado, exibido na semana passada pela MBC, foi possível graças a utilização da tecnologia da realidade virtual (VR), que incorporou a imagem da esposa de Kim Jung-soo em um avatar digital modelado por uma atriz, utilizando fotos e imagens fornecidas pelo marido.

O documentário tem sido assistido por milhões de telespectadores sul-coreanos e divide opiniões. Enquanto muitos elogiam o uso criativo da nova tecnologia, outros a criticam por ser “emocionalmente manipuladora” e até cruel. O produtor do documentário Kim Jong-woo disse ao jornal The Korea Times que estava feliz por seu programa ter aberto essa forma de diálogo.

Para o diretor do VIVE Studios, Lee Hyun-suk, que liderou o projeto, muitas pessoas encaram a tecnologia como uma coisa fria e impessoal. O que a equipe tem feito, diz ele, é uma aposta “para ver se a tecnologia pode confortar e aquecer o coração quando for usada para as pessoas”.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.