Polícia ordena indiano a dividir tempo entre família e amante

Um indiano no estado de Jharkhand, na Índia, envolveu-se em um grande problema após omitir de sua namorada que era um homem casado. O acontecimento acabou gerando uma disputa matrimonial de grande proporção que forçou às autoridades locais tomarem providências para resolver a situação.

De acordo com o mandato da polícia indiana, Rajesh Mahato, o homem comprometido, teria que dividir a sua semana em três partes: 3 dias com mulher e filho, 3 dias junto de sua nova namorada e 1 dia para ficar afastado das duas partes. A decisão, porém, é apenas uma parte dessa história bizarra que tomou conta dos noticiários indianos.

História de um casamento

(Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

Tudo começou quando Mahato decidiu que gostaria de arranjar uma nova namorada. Apaixonado e com medo de perder seu novo romance, o homem decidiu que seria melhor nunca contar que era casado. Em vez disso, ele a convenceu a fugir para outra cidade e terminou deixando sua esposa e filho para trás sem sequer se despedir.

Foi então que tudo começou a dar errado. Após seu sumiço, a mulher de Rajesh abriu queixa em uma delegacia de Ranchi para saber mais sobre o desaparecimento de seu marido. O mesmo acabou acontecendo por parte dos pais de sua nova namorada, que o acusavam de tê-la sequestrado.

Após uma série de investigações nacionais para achar o paradeiro dos dois fugitivos, a polícia acabou encontrando o traidor já casado com seu novo afeto. O fato acabou gerando uma discussão acalorada entre todas as partes envolvidas, fazendo com que as autoridades sugerissem uma nova abordagem para acalmar os ânimos.

Divisão de agenda

(Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

A solução encontrada pela polícia de Jharkhand pode não ser considerada exatamente a mais elegante de todas, mas parecia ter funcionado na ocasião. Dessa forma, ficou decidido que Rajesh dividiria sua atenção durante a semana para poder passar um pouco de tempo com sua antiga família e também com a sua nova namorada.

As três partes assinaram um documento oficial de reconciliação e receberam cópias autenticadas pelo departamento policial. Entretanto, dias após a assinatura do contrato, um novo conflito surgiu pela frente.

De acordo com o jornal Dainik Jagran, Mahato acabou fugindo após sua nova esposa acusá-lo de agressão sexual sob pretexto de casamento. Imediatamente, a polícia local abriu um mandato de prisão em seu nome e está conduzindo novas operações para prendê-lo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.