Seja o primeiro a compartilhar

Novo visual de Lola Bunny em Space Jam causa polêmica

Na semana passada, a revista Entertainment Weekly anunciou o lançamento da sequência do filme Space Jam, desta vez com o jogador de basquete LeBron James atuando ao lado do icônico universo de Looney Tunes.

Uma primeira olhada no cartaz oficial do filme revelou, além do herói dos Los Angeles Lakers, o novo visual antropomórfico dos personagens para que eles possam atuar em um universo 3D. Em particular, uma mudança chamou a atenção da galera do Twitter: Lola Bunny, a única “garota” do Tune Squad.

Fonte: Entertainment Weekly/Instagram/ReproduçãoFonte: Entertainment Weekly/Instagram/Reprodução

No primeiro Space Jam de 1996, protagonizado por Michael Jordan, a coelhinha Lola tinha um corpo com mais curvas, usava shortinhos curtos e um top revelador. Na época, o diretor de animação Tony Cervone reconheceu ao The Independent: “nós meio que a estimulamos mais no departamento de atributos femininos”.

Segundo a Entertainment Weekly, o diretor de Space Jam: O Novo Legado, Malcolm D. Lee, considerou o visual de Lola “muito sexualizado”, e resolveu dar uma repaginada para "refletir a autenticidade de personagens femininas fortes e capazes".

A reação dos fãs ao novo visual de Lola Bunny

A Lola de 1996 e a atual (Fonte: Warner Bros./Divulgação)A Lola de 1996 e a atual (Fonte: Warner Bros./Divulgação)

Não demorou para que o Twitter fervesse com reclamações e pitacos sobre a nova Lola, com alguns dizendo que ela poderia manter o seu visual de pin-up e mesmo assim ser um ícone feminista. Outros, mais saudosos da Lola original, achando que ela poderia continuar “gostosona, desde que os personagens masculinos continuassem agindo com naturalidade”.

Uma fã, identificada no Twitter como @LuxAlptraum, disse que não estava nem aí se Lola Bunny estava vestida de forma mais ou menos sexy, “mas estou supercansada com a ideia de que a forma de comunicar que uma personagem feminina deve ser levada a sério é removendo seus seios”.

No final das discussões, os fãs ficaram divididos, entre os que se mostraram apegados `a Lola original, e os que aprovaram a mudança para um personagem com roupas mais práticas e menos dependente de um corpo sexualizado. Quem quiser tirar suas próprias conclusões deve aguardar a estreia do filme, na reabertura dos cinemas, no próximo verão, ou na HBO Max em 16 de julho.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.