Seja o primeiro a compartilhar

Homem quase morre após verme entrar em seu pênis e depositar ovos

Uma viagem de sonhos acabou se transformando em pesadelo para um inglês chamado James Michael, de Londres, que, após nadar no Lago Malawi, no sudoeste da África, foi infectado pela esquistossomose, a conhecida barriga d’água, depois que um verme subiu pelo canal de seu pênis e depositou ovos em seus órgãos vitais.

Fonte: James Michael/SWNS/ReproduçãoFonte: James Michael/SWNS/Reprodução

Embora a viagem tenha ocorrido em agosto de 2017, foi somente em outubro do ano seguinte, que o rapaz, então com 31 anos, passou a notar uma perda de sensibilidade em ambas as pernas, o que ele atribuiu a algum excesso no ciclismo. Mas, quando começou a sentir dificuldade até para subir a escada do seu apartamento, percebeu que havia algo errado.

Após se internar no Chelsea and Westminster Hospital, recebeu antibióticos e foi mandado de volta para casa, mas, uma semana depois, o seu quadro piorou e ele teve que voltar ao hospital. Em uma entrevista ao jornal The Sun, ele disse que tinha certeza de que “algo sério estava acontecendo”.

A luta para eliminar o verme

Fonte: James Michael/SWNS/ReproduçãoFonte: James Michael/SWNS/Reprodução

O tratamento de James Michael começou no departamento de neurologia, onde os exames de sangue revelaram que o seu sistema imunológico estava atacando a coluna vertebral, levando à perda de controle das pernas. Mesmo sem ter certeza da causa da doença, os médicos prescreveram um tratamento com esteroides por seis meses.

Posteriormente, médicos do Hospital para Doenças Tropicais explicaram a James que um verme parasita havia subido pelo seu pênis e colocado ovos em seu corpo. O diagnóstico foi esquistossomose, uma doença comum em países tropicais. Depois que entra no corpo, o verme se move através do sangue até áreas como o fígado e o intestino, onde os ovos são depositados.  

Fonte: James Michael/SWNS/ReproduçãoFonte: James Michael/SWNS/Reprodução

Alguns desses ovos ficam dentro do corpo, onde são atacados pelo sistema imunológico, como ocorreu com James. Se a doença não for tratada, pode ter consequências graves. O inglês foi medicado com praziquantel, um anti-helmíntico antiparasitário que teve como efeito colateral as erupções cutâneas vistas nas fotos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.