Como os nomes das ruas são criados?

Você já se perguntou de onde surgiu o nome de uma rua? A qual pessoa aquela via homenageia? O que aconteceu na data escolhida para nomeá-la? Afinal, qual é o critério utilizado para nomear as vias públicas?

A definição dos nomes de ruas passa pela análise, discussão e aprovação de um projeto na Câmara Municipal de Vereadores de cada cidade. Quando surge um novo loteamento, no entanto, cabe à empresa proprietária nomear as ruas do empreendimento até que sejam reconhecidas oficialmente pelo poder público.

Mas a sugestão do nome em si não precisa ser feita pelos parlamentares e pode partir da comunidade. O pedido é encaminhado ao Legislativo por meio de um projeto de lei.

Homenagens póstumas a cidadãos que realizaram um trabalho importante para a população ou datas que marcaram determinada região, por exemplo, podem se tornar opções na hora de denominar espaços púbicos, como ruas, praças, parques, entre outros.

Toda cidade tem

Avenida Paulista, em São Paulo, é uma das vias mais conhecidas no país. (Fonte: Pexels)Avenida Paulista, em São Paulo, é uma das vias mais conhecidas no país. (Fonte: Pexels)

Alguns padrões de nomeação de vias são encontrados nos municípios brasileiros. É comum que cidades tenham ruas com nomes de políticos, professores, religiosos ou outras personalidades históricas. "Getúlio Vargas", "Dom Pedro" e "Tiradentes" são alguns exemplos.

Outra escolha recorrente é a homenagem a diferentes cidades e estados brasileiros, outros países ou o uso de gentílicos, como na famosa Avenida Paulista. Relembrar datas históricas ("7 de setembro", "15 de novembro") ou determinar palavras genéricas como "Esperança" ou "Saudade" também são escolhas comuns.

Brasília: um caso à parte

Capital brasileira tem ruas nomeadas de forma única. (Fonte: Pexels)Capital brasileira tem ruas nomeadas de forma única. (Fonte: Pexels)

Na capital brasileira, as ruas recebem uma denominação diferente: começam com as abreviações SQ para "superquadra" ou CL para comércios, seguidas das letras S, para o Sul, ou N, indicando a direção para o Norte. O endereço fica completo com o número da residência.

Isso acontece porque a cidade é simetricamente dividida em dois eixos, o Rodoviário e o Monumental.  No Rodoviário, ficam as asas Norte e Sul, cada uma com superquadras residenciais e quadras comerciais. Já no eixo Monumental estão localizadas as famosas construções que sediam os principais poderes políticos do Brasil.

Nomear é necessário

Localização e correspondência demonstram relevância da nomeação de ruas. (Fonte: Pixabay)Localização e correspondência demonstram relevância da nomeação de ruas. (Fonte: Pixabay)

Diferentes sistemas de identificação de ruas são utilizados ao redor do mundo. Porém, independentemente da localização, dar um nome a elas é fundamental para a localização de poderes públicos, empresas e pessoas. Basta chegar a uma cidade diferente para entender a importância dessa nomeação.

No Brasil, o logradouro é regularizado quando conta com o nome do bairro, Código de Endereçamento Postal (CEP) e número da residência. A falta de endereço pode impedir a solicitação de documentos, entregas domiciliares e a utilização de serviços básicos por parte dos cidadãos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.