Como funcionam os programas de milhas para viajar de avião?

Você já sonhou em viajar de avião totalmente de graça? Essa é uma realidade distante quando paramos para analisar os preços atuais de uma passagem de avião, mas não é um pensamento impossível para quem participa dos programas de milhas aéreas. Por meio desse tipo de sistema, as companhias aéreas oferecem uma série de vantagens para seus passageiros mais fiéis?

Mas como tudo isso funciona e para que perfil de usuário esses programas são feitos? Antes de sair por aí assinando qualquer plano de fidelidade, é importante saber quais são os benefícios das milhas para viajar e se o seu perfil realmente se enquadra nessa assinatura para que valha a pena. Preste atenção!

Resgate de milhas aéreas

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Os programas de milhas aéreas funcionam da seguinte forma: toda vez que você utiliza um cartão de crédito que tenha parceria com uma companhia de viagens para esse tipo de programa, você ganha pontos que ficarão acumulados e você pode trocar em formato de desconto ou até mesmo de passagens sem custo.

O ideal é sempre o cliente que desejar obter esses benefícios optar por um provedor e uma bandeira de cartão que ofereçam a maior quantidade de vantagens. Vale ressaltar que a quantidade de pontos recebidos deve variar de acordo com a categoria do cartão de crédito e o formato de parceria feito entre os bancos e as empresas de aviação.

Algumas empresas oferecem mais pontos para passageiros que viajam distâncias maiores ou que repetidamente compram passagens mais caras ou de classes mais altas. 

Vale a pena entrar em um programa de milhagem?

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A melhor maneira das empresas aéreas e bancos incentivarem os seus clientes a consumirem é por meio dos programas de fidelidade. Entretanto, vale ressaltar que eles são feitos, normalmente, para quem voa de avião com frequência e pretende receber algo em troca pelos seus "serviços" prestados. 

Em outras palavras, se você é do tipo de usuário que só viaja uma vez por ano, é pouco provável que conseguirá obter muitas recompensas com esse processo. Por fim, é importante olhar o custo por milha que cada programa oferece para ver se o pagamento da mensalidade realmente vale a pena.

No plano 1.000 do Clube Smiles, da Gol, o valor mensal é de R$ 39,90, e cada ponto custa R$ 0,0399. Uma viagem de Brasília para Miami, por exemplo, custaria cerca de 45,9 mil pontos — o equivalente a R$ 1.306. Porém, o mesmo voo é vendido no site da empresa por R$ 1.203, fazendo que essa não seja uma opção vantajosa para os clientes.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.