Seja o primeiro a compartilhar

5 dos queijos mais esquisitos do mundo

Mesmo que você seja um verdadeiro apreciador de queijo e adore colocar tipos diferentes em suas receitas, a grande variedade de produtos que existem por aí é simplesmente colossal. Isso significa que você encontrará no mercado desde os queijos mais simples, até aqueles extremamente fedorentos e esquisitos.

E quando o assunto é queijo, curiosidades não faltam. Esse laticínio é produzido pelos seres humanos há séculos e é fruto da experimentação com vários leites e processos de fermentação. Mas será que você está preparado para conhecer algumas dessas atrocidades? Veja só essa lista com cinco dos queijos mais esquisitos que existem no mundo!

1. Casu Marzu

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Assim como o caviar, o Casu Marzu é visto como um tipo de queijo apreciado apenas por uma população selecionada e existe um motivo para isso: ele é servido com larvas vivas. Os maiores fãs desse laticínio vem da região da Sardenha, na Itália, onde criadores de ovelhas deixaram o queijo pecorino apodrecer até atrair moscas.

Quando os ovos dessas moscas eclodem, o queijo se transforma no Casu Marzu. Vale ressaltar, entretanto, que essa é uma receita um tanto quanto perigosa devido à alta probabilidade de provocar uma intoxicação alimentar.

2. Queijo de leite de camelo

(Fonte: Cheese Making)(Fonte: Cheese Making)

Pastores nômades ao redor da África têm o hábito de ordenhar camelos. O leite desses animais, além de ser uma alternativa para as vacas nos climas secos, tem mais gordura e proteína. Porém, a receita desse queijo inclui pedaços do estômago dos camelos para ajudar na coagulação do leite e criar coalhada.

Por isso, tem um sabor azedo e aroma pungente. O camelbert, como também é chamado, é comum principalmente nos Emirados Árabes Unidos e na Arábia Saudita.

3. Queijo de leite humano

(Fonte: Daniel Angerer's Blog)(Fonte: Daniel Angerer's Blog)

Ao perceber que seu freezer estava transbordando com leite de sua esposa, o chef novaiorquino Daniel Angerer decidiu inovar na cozinha e criar uma receita de queijo usando leite humano. Essa iguaria é feita com beterraba, alface, cogumelo porcini desidratado e chutney de cebola. 

Vale ressaltar, entretanto, que esse queijo nunca foi comercializado. Como as mulheres não produzem nem de perto a mesma quantidade de leite que outros animais, criar um mercado para esse tipo de queijo seria basicamente impossível.

4. Queijo de burro

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

A 50 km de Belgrado, a Reserva Natural Especial de Zasavica é conhecida pela sua receita de "Pule", ou simplesmente "queijo de burro". Esse tipo de laticínio tem 60 vezes a quantidade de Vitamina C de um queijo tradicional.

Para se ter ideia, são necessários 25 litros de leite para se produzir somente 1 kg de Pule, mas uma jumenta consegue produzir apenas 200 ml de leite por dia. Sendo assim, esse mercado é extremamente escasso e caro. Atualmente, o quilo do queijo de burro chega a ser vendido por 1 mil euros.

5. Milbenkase

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Ao ver a receita italiana do Casu Marzu, os alemães não quiseram ficar para trás. Foi assim que surgiu o Milbenkase, produzido em Wurchwitz, um queijo amadurecido com a ajuda de ácaros — aqueles bichinhos que moram escondidos na nossa casa.

Quando deixados no queijo por muitos meses, os ácaros liberam uma certa enzima que deixa o queijo preto, o maior sinal de que o produto está pronto para ser ingerido. Quem já o consumiu garante que seu sabor é um pouco amargo e um tanto quanto picante.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.