Seja o primeiro a compartilhar

Conheça a cidade indiana onde pessoas e leopardo convivem em paz

A pequena cidade indiana de Bera, localizada no estado de Rajasthan, é famosa por uma razão peculiar: é o único lugar do planeta em que humanos e leopardos convivem em harmonia. Não por acaso, é conhecida por ter a maior concentração de leopardos em uma cidade no planeta.

A questão mais interessante aqui é notar porque isso acontece, e porque Bera ganhou o apelido de "país de leopardos". A pequena cidade tem cerca de 100 leopardos e, nos últimos anos, não há relatos de seres humanos atacados por eles.

A relação com os leopardos

De acordo com os habitantes de Bera, o segredo dessa boa relação é a forma com que eles tratam os felinos. A maior parte da população é descendentes dos Rabari, um grupo étnico formado por pastores que acreditam ter sido criados pelo deus hindu Shiva para cuidar dos camelos da deusa Parvati. Os Rabari mantêm uma relação de profundo respeito com todos os animais e os entendem como seus anjos da guarda — mesmo que os leopardos às vezes comam o seu gado.

Ou seja, embora os leopardos não ataquem aqueles humanos, por vezes eles atacam seus rebanhos de bovinos e caprinos. Mesmo assim, a comunidade de Bera não revida. Eles acreditam que serão compensados em dobro por Deus pela perda. 

Ainda assim, o governo fornece aos cidadãos compensação monetária de 4.000 rupias (270 reais) por uma cabra e cerca de 15.000 rupias (1.000 reais) por uma vaca. Entretanto, há muita gente em Bera que recusa o abono.

Dilip Singh Deora, dono de um safári na cidade, declarou: "quando os leopardos matam o gado dos Rabaris, a comunidade não se opõe ao predador. Eles acreditam que Shiva aumentará sua variedade de gado e tratará o gado morto como uma oferenda ao próprio senhor."

Os animais na vida comum de Bera

(Fonte: Shatrunjay Pratap/Reprodução)(Fonte: Shatrunjay Pratap/Reprodução)

A história dessa convivência pacífica entre os habitantes de Bera e os felinos é relativamente recente. Ela começou há 45 anos, quando seis leopardos jovens fugiram do Parque Nacional Kumbhalgarh em busca de montanhas. Eles encontraram na cidade de Bera, com suas cavernas repletas de labirinto, o ambiente perfeito para que eles se desenvolvessem. Os filhotes sobreviveram e a população de leopardos foi aumentando.

Uma área de cerca de 20 quilômetros quadrados em Jawai se tornou uma zona de conservação destes animais em 2003 e os habitantes começaram a organizar safáris em que garantiam haver 99% de chance que os turistas avistassem um leopardo.

A consequência dessa convivência é que os leopardos mudaram seu comportamento ao longo dos anos, e se tornaram menos predatórios. Eles podem ser vistos em Bera em cima de rochas, encostados nos templos ou mesmo andando pelas ruas da cidade.

“Muitos turistas ficam chocados quando veem leopardos se movendo livremente pelo templo da vila, mesmo quando o padre conduz seus rituais diários imperturbáveis, mas é assim que a vida sempre foi em Bera”, contou Deora.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.