Seja o primeiro a compartilhar

Como os EUA mantinham os soldados entretidos durante a guerra?

Quando os Estados Unidos (EUA) entraram para a Segunda Guerra Mundial, existia uma séria preocupação entre os líderes militares norte-americanos para que seus soldados não sofressem problemas em território estrangeiro. Em guerras passadas, a falta de planejamento fez que muitos homens não tivessem qualquer tipo de determinação em seus tempos livres.

Na Primeira Guerra Mundial e na Guerra Hispano-Americana, isso gerou múltiplos problemas como  Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), uso excessivo de álcool e endividamento com jogos de sorte. Com isso, surgiu a United Services Organization (USO), um grupo para facilitar a vida dos militares e seus aliados.

Criação da USO

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Em fevereiro de 1941, o presidente Franklin Roosevelt reconheceu os esforços feitos pelos militares norte-americanos fora do país e criou um plano para elevar a moral desses jovens guerreiros ao redor do mundo. Foi daí que surgiu a USO, um grupo criado em parceria com o presidente do Conselho Nacional da Associação de Jovens Cristãos (YWCA).

Na visão de Roosevelt, a USO deveria prestar serviços às tropas em edifícios construídos ou adquiridos pelo governo, além de angariar fundos para a causa militar. Criada como uma operação sem fins lucrativos, a organização passou a operar meses antes do bombardeio de Pearl Harbor.

Foram US$ 16 milhões arrecadados para auxiliar os soldados norte-americanos. Esse dinheiro foi usado para financiar shows em acampamentos militares e estabelecer uma relação próxima com celebridades e estrelas de cinema americanas — algo que traria entretenimento para todas as tropas.

Sedes da USO

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Cada acampamento da USO era criado em porões de igrejas, escolas, bibliotecas, prefeituras e clubes locais. Nesses locais, os soldados poderiam encontrar diversos tipos de atividade para se entreter durante o tempo livre da guerra. Alguns ofereciam bebidas quentes, rosquinhas, tortas, bolos, etc., outros apresentavam espetáculos elaborados por celebridades locais e nacionais. 

A dança fazia muito parte desse plano. Os soldados poderiam comprar ingressos que eram trocados por uma noite de dança com uma garota local. Em outras instalações, também existiam campos de futebol americano, academias, bicicletas e outras formas de exercício para que todos pudessem desfrutar.

As ações desenvolvidas pela USO serviram bastante para estreitar laços entre norte-americanos e britânicos enquanto os primeiros permaneciam instaurados no Reino Unido para a guerra. Era nesses locais onde soldados conheciam mais uns aos outros e trocavam artigos como cigarros, cerveja e outros luxos.

Resultados da operação

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Reforçar a moral das tropas por entretê-las foi um empreendimento enorme durante a Segunda Guerra Mundial. Mas mesmo com tudo o que foi realizado por voluntários e militares, o tédio continuou sendo um fator dominante da vida militar. Com isso, a implementação da USO se tornou um sucesso para operações além daquela realizada em solo europeu.

Desde então, mesmo se os Estados Unidos estiverem em tempos de paz ou guerra, o governo norte-americano segue com a missão de proporcionar entretenimento de qualidade às tropas no exterior e no próprio território — algo que se mostrou um grande agrado para as forças armadas do país. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.