Seja o primeiro a compartilhar

7 dicas para fazer você mesmo o seu 'carro maluco'

Se você cresceu nos anos 1990 e 2000 deve se lembrar do desenho animado “Corrida Maluca”, exibido na TV durante anos. Nessa época, muitas crianças sonhavam em participar desse evento. Se esse também era o seu sonho, temos uma boa notícia: haverá uma corrida nesses moldes em outubro deste ano.

Trata-se do “Red Bull Ladeira Abaixo ao Brasil”, uma corrida de carrinhos que precisam ser feitos pelos competidores, como uma "corrida de carrinho de rolimã 2.0". A prova é organizada pela marca de energéticos e a última edição desse evento foi realizada no ano de 2019, antes da pandemia de covid-19, na rua da Consolação em São Paulo.

Se interessou em realizar esse sonho de infância e finalmente pilotar o seu carro maluco? Então, atente-se às dicas que Daniel Kubalack, integrante do time “Uno da Firma”, e Antônio Macedo, que desenvolveu “A Ponte Estaiada”, participantes das edições passadas, dão aos pilotos deste ano. E faça sua inscrição no site oficial do evento até o dia 22 de junho.

1. Use a sua criatividade

(Fonte: Divulgação/Fabio Piva)(Fonte: Divulgação/Fabio Piva)

Lembre-se que se trata de uma “corrida maluca”. Então, deixe a sua imaginação fluir e crie um carro que, embora seja funcional, não abra mão da personalidade própria. Acredite, você não precisa ser engenheiro para criar algo bacana.

2. Foque na estrutura

O chassi do seu carro precisará ser resistente para aguentar a prova. Então, antes de pensar em adereços, verifique se a estrutura existente dará suporte a eles. “Uma dica é fazer a listagem de materiais necessários para a fabricação do chassi — assoalho, metálico ou madeira —, que tipo de rodas, qual rolamento será utilizado, e sempre garimpar peças novas e usadas”, sugere Antônio.

3. Não se esqueça dos freios!

A corrida é maluca, mas toda maluquice tem limite, ok? Os freios são essenciais para que o piloto aproveite a prova. Fazer uma caixa de freios eficiente não é tão difícil quanto parece. Antônio conta que não teve grandes dificuldades para fazer a sua: “Usei freios de bicicleta mesmo, mas algumas equipes investiram mais e colocaram freio a disco”.

Já o piloto Daniel diz que não acertar o projeto dos freios na primeira tentativa é absolutamente normal: “Todo o projeto passa por muita tentativa e erro, o que torna tudo extremamente engraçado. Para nós, pelo menos, foi um projeto muito divertido”.

4. Teste o seu carrinho!

Conforme o seu carrinho for ganhando forma, teste-o. A resistência e a velocidade podem ser aperfeiçoadas conforme os resultados desses testes — além de você não ser pego de surpresa por alguma falha.

5. Capriche nas alegorias

(Fonte: Divulgação/Fabio Piva )(Fonte: Divulgação/Fabio Piva )

Finalizada a estrutura, é hora de criar uma alegoria que dê a cara do seu carrinho e faça com que todos da torcida vibrem com ele. Os acessórios podem ser criados usando vários materiais baratos, incluindo recicláveis.

6. Escolha a música da sua apresentação

Na hora em que o seu carro estiver na pista, será tocada uma música que você escolherá. É claro que esse som precisa estar de acordo com a sua proposta de carro, assim, esse será o seu momento apoteótico!  

7. Divirta-se

Acredite, o processo de criação do carro e a corrida serão muito divertidos. Então, aproveite-os. Essa pode ser uma ótima atividade para fazer com seus amigos, por exemplo.

A inscrição para o evento acaba hoje e pode ser feita pelo site oficial da corrida. A corrida será em outubro, na cidade de Ribeirão Preto (SP).

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.