Seja o primeiro a compartilhar

6 das pessoas mais ricas que já pisaram na Terra

O dinheiro é basicamente o que faz o mundo rodar. Afinal, nossas sociedades quase sempre foram estabelecidas com base em algum modelo econômico e rotineiramente quem concentra a maior quantidade de capital acaba tendo mais controle do que as demais parcelas da população.

No entanto, nenhuma moeda permaneceu com valor fixo durante todos os séculos de existência da humanidade, algo que torna muito difícil medirmos quais foram as maiores riquezas de todos os tempos sem milhares de cálculos bizarros. Mesmo assim, alguns nomes se destacam. Veja só essa lista com seis das pessoas mais ricas que já pisaram na Terra!

6. Jeff Bezos

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Fundador, presidente, CEO da Amazon e responsável por construir um verdadeiro império moderno, Jeff Bezos é um dos nomes mais proeminentes de nossa época. No dia 24 de novembro de 2017, sua fortuna ultrapassou a casa de US$ 100 bilhões.

No ano seguinte, foi formalmente chamado de pessoa mais rica do mundo pela Forbes. Desde então, seu patrimônio líquido já estourou a marca de US$ 150 bilhões e Bezos ganhou o apelido de "homem mais rico da história recente". 

5. Alan, o Vermelho

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Chamado de Alan, o Vermelho, o sobrinho de Guilherme, o Conquistador, juntou-se ao seu tio na conquista normanda da Inglaterra em 1066. Mais tarde, ele se tornaria conde de Richmond e um dos homens mais ricos de sua época. No momento de sua morte, sua riqueza foi avaliada em 11 mil libras.

Naquela época, essa quantia correspondia a 7% do PIB da Inglaterra, algo que seria equivalente a US$ 194 bilhões no século XXI. 

4. John Rockfeller

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Além de Carnegie, o norte-americano John Rockfeller é outro que sempre chamou atenção da mídia pelo seu poderio econômico. Ele começou a investir na indústria de petróleo em 1863 e, em 1880, a sua empresa Standard Oil controlava 90% de toda a produção de petróleo dos Estados Unidos. 

De acordo com seu obituário no The New York Times, a fortuna de Rockefeller foi avaliada em US$ 1,5 bilhão com base em uma declaração de imposto de renda federal de 1918. A mesma participação econômica no século XXI seria equivalente a US$ 341 bilhões.

3. Andrew Carnegie

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Nascido em 1835, o empresário Andrew Carnegie é considerado por alguns como o norte-americano mais rico de todos os tempos. Imigrante escocês, ele acabou vendendo a sua siderúrgica, a US Steel, para o empresário JP Morgan pela incrível quantia de US$ 480 milhões em 1901.

Essa quantia representava um pouco mais de 2,1% do PIB dos Estados Unidos na época, o que já era uma quantia exorbitante. Caso esses números fossem traduzidos para os tempos modernos, Carnegie teria um poder econômico de US$ 372 bilhões.

2. Akbar, o Grande

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Considerado o maior imperador da dinastia Mughal da Índia, Akbar, o Grande, controlava um império que representava cerca de um quarto da produção econômica global. De acordo com especialistas, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita do país sob o comando de Akbar era comparável ao da Inglaterra de Elizabeth I. 

No entanto, a classe dominante na Índia conseguia ser ainda mais estravagante do que a burguesia europeia. Inclusive, estudos feitos pelo economista Branko Milanovic mostram que a elite indiana era consideravelmente mais rica do que suas contrapartes do Ocidente, com Akbar sentando no topo do trono.

1. Genghis Khan

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Genghis Khan é sem dúvida um dos líderes militares mais bem sucedidos de todos os tempos. Foi sob seu comando que o Império Mongol atingiu seu ápice e se estendeu da China à Europa. Logo, ele era detentor do maior império contíguo de toda a história. No entanto, é difícil traduzir o seu poder em riqueza.

Khan era visto pelos historiadores como um homem generoso que compartilhava sua fortuna com soldados e comandantes. Por isso, cada nova área conquistada gerava mais riqueza para seus oficiais. Em termos financeiros, o controle de Khan tinha suas limitações, mas seu controle territorial era inestimável.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.