Fonte da imagem GettyImages
Seja o primeiro a compartilhar

Como internacionalizar seu currículo acadêmico no Mackenzie?

Se destacar no mundo de trabalho atual está cada vez mais difícil. O mercado está saturado de bons profissionais e a concorrência pelas melhores vagas chega a ser excessiva. Então, o que fazer para se preparar para essa jornada e como se sobressair em um mar de outros candidatos? Um dos caminhos é buscando excelência e internacionalização. 

Ter uma bagagem internacional no currículo vai muito além de dominar uma segunda língua. As competências adquiridas depois de um intercâmbio acadêmico ou cursos internacionais moldam e formam um profissional capaz de circular em ambientes diversos, munido de empatia intercultural e uma capacidade analítico-comparativa elevada 

Para te guiar neste trajeto em busca da globalização e da excelência, a Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) construiu sua marca com o DNA da internacionalização. Estudando na instituição é possível participar em intercâmbios de mobilidade acadêmica, fazer cursos de imersão com instituições parceiras e até conquistar a dupla titulação, conseguindo diplomas de algumas das melhores universidades do mundo.

Saiba mais sobre as possibilidades a seguir! 

O Mackenzie tem a internacionalização no DNA

A instituição foi fundada em 1870 por missionários americanos que trouxeram métodos revolucionários para a educação brasileira. No final do século 19, a escola de engenharia da universidade oferecia diplomas de bacharel outorgados pela State University of New York. 

Outro exemplo de internacionalização na instituição é o curso de arquitetura, que ganhou destaque ao formar profissionais do calibre de Paulo Mendes da Rocha, Chu Ming Silveira, Jorge Wilheim e José Maria Gandolfi, e foi pensado em conformidade com o curso da Universidade da Pensilvânia, onde o fundador, Christiano Stockler das Neves, havia se formado

Por ter a globalização como parte de sua história e fundação, o Mackenzie entende a necessidade de completar a bagagem de seus alunos com qualidades que vão além da formação acadêmica, por isso a universidade investe em maneiras de possibilitar os melhores arranjos para formar profissionais prontos para os desafios do mercado de trabalho. 

Soluções do Mackenzie para a internacionalização do currículo

A UPM possui um departamento específico para auxiliar os alunos a fazerem um planejamento com formação internacional. A Coordenadoria de Cooperação Internacional e Interinstitucional (COI) tem representantes em todos os cursos da universidade para que você encontre a melhor solução para sua formação internacional.

A universidade oferece diversas soluções para as ações de internacionalização do seu currículo acadêmico. O aluno pode optar entre três opções para sua experiência internacional: 

  • Oportunidades Externas - ações de internacionalização que ocorrem em instituições estrangeiras; 
  • Oportunidades Internas - ações de internacionalização dentro do próprio campus da UPM;  
  • Serviços Específicos - programas e ações de preparação e planejamento feitas pelo aluno. 

Nas Oportunidades Externas, os alunos podem concorrer às vagas disponibilizadas por Universidades Parceiras em editais semestrais. A seleção leva em conta critérios como o desempenho acadêmico e participação em projetos de pesquisa, extensão e monitoria. Algumas das vagas são livres de custo e existem opções na América do Sul, Europa, Estados Unidos e Canadá. 

Outra possibilidade de intercâmbio é através do Programa Ibero-Americanas Santander Universidades, que oferece auxílio financeiro para o estudante em mobilidade acadêmica em universidades ibero-americanas conveniadas ao Santander Universidades e ao Mackenzie.

Além disso, a UPM oferece programas de dupla titulação, onde ao final do curso o mackenzista se torna um profissional reconhecido em mais de um país. 

Experiência internacional nos Campus Mackenzie

Para os alunos que não vão fazer um intercâmbio externo, ainda é possível ter vivências internacionais. A UPM oferece Disciplinas Internacionais onde é possível cursar matérias que estão em consonância com o currículo acadêmico e que são oferecidas por professores estrangeiros, além de ter a oportunidade de conviver com colegas de outros países

Outra solução é o programa Exchanging Hemispheres, em que os alunos podem fazer cursos em módulos de 20 horas a 32 horas, ministrados por docentes estrangeiros das universidades parceiras e acompanhados por professores da UPM.

Além disso, os alunos podem participar do Programa Mackenzie Language Center (MLC), centro especializado no ensino de idiomas e na preparação para as provas de certificação de níveis de proficiência. Você pode alcançar a tão sonhada fluência em outro idioma através de soluções como o Conversation Club, que oferece encontros semanais de 01h30 de duração para praticar a conversação e imergir em uma experiência com o idioma estrangeiro.

Por fim, a UPM conta com Unidades de Atendimento Internacional, onde estão professores e profissionais preparados para te ajudar a planejar sua carreira internacional ou a participação em programas internacionais da melhor maneira possível.

Gostou das soluções e das possibilidades para se destacar no mercado de trabalho? Confira aqui como entrar na universidade que tem a internacionalização no seu DNA! 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.