9 histórias de pessoas que sobreviveram após serem atingidas por raios
95
Compartilhamentos

9 histórias de pessoas que sobreviveram após serem atingidas por raios

Último Vídeo

Os relâmpagos se formam quando acontece uma descarga elétrica entre duas nuvens ou entre uma nuvem e o solo. Eles produzem os raios e os trovões e, em todo o mundo, acontecem cerca de 40 a 50 relâmpagos por segundo!

Cerca de 130 pessoas morrem por ano no Brasil vítimas de descargas elétricas vinda dos raios. Porém, a probabilidade de ser atingido por um raio é de uma para 1 milhão – ou seja, é muito mais fácil acontecer isso do que você ganhar na Mega Sena, que tem chance de uma para 50 milhões!

Estatísticas também apontam que de cada 50 mortes por raios no mundo, uma delas acontece no Brasil. E não precisa ser atingido diretamente por ele: às vezes, a descarga elétrica é tão forte que basta você estar perto do local de impacto para sofrer as consequências. Foi o que aconteceu no final do ano passado em Praia Grande (SP), que causou a morte de cinco pessoas.

Entretanto, há alguns sortudos que conseguem sobreviver mesmo após ser atingidos por uma descarga dessas. Relatamos abaixo nove histórias impressionantes:

1. Winston Kemp

O rapaz da foto abaixo nem se tocou que havia sido vítima de um raio: provavelmente, ao atingir o solo, apenas uma fração da carga elétrica subiu pelo corpo de Winston. Ele saiu caminhando normalmente e, horas mais tarde, sentiu que seu braço estava queimando. Eram as bolhas que resultaram da queimadura pela descarga elétrica. Depois que cicatrizaram, elas até formaram um desenho bem bonito em seu braço.

Raio deixou uma bela cicatriz no braço de Winston

2. Melvin Roberts

Um homem chamado Melvin Roberts foi atingido por nada menos que seis raios no intervalo de um ano. Ele vive em Seneca, na Carolina do Sul, que é um dos estados com maior incidência de raios nos EUA. Porém, a chance disso acontecer está na casa de 1 para 117 milhões de bilhões de bilhões (sim, com a repetição dos bilhões)! A última vez foi enquanto ele cortava a grama do vizinho em um dia ensolarado – a descarga elétrica aconteceu a quilômetros de sua casa, mas percorreu o solo até encontrar esse ímã de raios.

Melvin se mostra sorridente mesmo após ser atingido por seis raios no intervalo de apenas um ano

3. Roy Sullivan

E se você achou o cara acima vitorioso por sobreviver a seis raios, precisa conhecer a história de Roy Sullivan. O guarda de um parque nos EUA foi atingido por sete raios entre 1942 e 1977 – e as histórias são absurdas! Por exemplo, na segunda vez, ele foi atingido dentro do próprio caminhão, que deveria ter desviado o raio diretamente para o solo. Na quarta vez, ele estava dentro da estação de trabalho como guarda florestal.

Já na quinta e na sexta vez foi através de nuvens pequenas, que Sullivan garante que estavam lhe perseguindo. Mas a última história é a melhor: ele foi atingido por um raio durante uma pescaria e ainda precisou lutar contra um urso que tentou roubar os peixes que ele pescara! É mole?

Foto de 1983 mostra Roy exibindo o chapéu de guarda florestal que ele usava em uma das vezes que foi atingido por raios

4. Austin Melton

O adolescente tinha apenas 14 anos quando foi atingido diretamente por um raio. Ele estava jogando basquete em um ginásio de Sunrive, no estado do Oregon (EUA), quando a energia acabou e ele correu para fora do local. Imediatamente ele foi atingido pela descarga elétrica e apagou: acordou no hospital com queimaduras na cabeça, peito e tornozelo. Ele também teve um dos tímpanos rompidos no episódio.

Austin dando entrevista após se recuperar do raio: ele não se lembra do acidente

5. Jens Gottlieb e Lisa Gruhn

Apesar dos perigos de ser atingido por um raio, a história desse casal é bastante cômica. Enquanto faziam sexo na floresta, ambos foram atingidos por uma descarga elétrica que veio pelo solo após um raio cair perto deles. Com medo de serem atingidos novamente, eles saíram correndo da floresta e foram vistos nus por motoristas que avisaram a polícia. Eles foram salvos, mas passaram por dor e vergonha no processo.

6. Sophie Frost e Mason Billington

Este casal de apenas 14 anos também foi atingido por um raio enquanto estava namorando – mas calma, era de uma maneira mais inocente. Enquanto Mason teve danos nos olhos, Sophie teve a parte da frente do seu corpo queimada, e os médicos acreditam que foi o fone de ouvido do seu iPod que a salvou: ele desviou a descarga elétrica, evitando-a de atingir órgãos vitais como o coração.

Sophie mostra as roupas que ela e o namorado usavam no dia que foram atingidos, e é possível ver o caminho do fio do iPod em sua camiseta

7. Lisa Wehrle

A garotinha de 11 anos teve o braço quebrado quando um raio atingiu o seu ombro e saiu por seu punho. Mas a menina não teve culpa nenhuma: era um dia ensolarado e ela caminhava na rua com um amigo quando um raio se “deslocou” de uma tempestade e viajou uma longa distância até encontrá-la.

Lisa com o braço enfaixado exibe o sinal no ombro por onde entrou o raio

8. Alice Svensson

Esse caso aconteceu na Suécia: a menina de apenas 12 anos estava tomando banho quando a descarga elétrica entrou pela tubulação de sua casa e a atingiu. Sua mãe resolveu ajudá-la a terminar de se lavar quando outro raio percorreu o mesmo caminho e também atingiu a menina. Felizmente, ela passa bem.

9. Paulo Pereira

A última história aconteceu aqui no Brasil. O adolescente Paulo Pereira, de 17 anos, foi atingido por dois raios no intervalo de apenas uma semana, em Santa Cruz das Palmeiras (SP). Em fevereiro deste ano, o servente de pedreiro estava segurando uma barra de ferro em uma construção quando um raio atingiu um poste que estava perto. Ele sentiu um choque forte nas mãos e nos braços e ficou cerca de 10 minutos sem conseguir ouvir ou enxergar nada.

Poucos dias depois, no quintal de casa, Paulo foi atingido pelo segundo raio. Ele sentiu o choque subir pela sola dos pés e precisou ir para o hospital, pois sua pressão subiu muito e seu coração acelerou demais.

Paulo precisou de atendimento médico na segunda vez que foi atingido

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.