Você não pode evitar: o alfabeto do que pode (e vai) te matar, de A a Z
207
Compartilhamentos

Você não pode evitar: o alfabeto do que pode (e vai) te matar, de A a Z

Último Vídeo

Morrer é apenas uma questão de tempo. Porém, para quem quer viver mais, fica cada vez mais difícil ter certeza do que é saudável ou não. Alimentos que até uma semana atrás eram bons para a saúde se tornam altamente cancerígenos conforme novos estudos surgem. A conclusão a que se pode chegar para a pergunta “o que pode me matar” é simples: tudo.

Pensando nisso, a turma do site College Humor criou uma divertida animação em que uma morte bem estilosa discorre sobre coisas simples que podem causar sua partida para o além, indo de A a Z – em inglês. Assista ao vídeo abaixo e depois confira a lista transcrita pela equipe do Mega Curioso.

  • A para Alcohol (Álcool): fonte de vício e doença no fígado, além de outros males. 
  • B para BPA (Bisfenol A): talvez tomar água seja mais saudável do que álcool, mas se for de uma garrafa de plástico, você corre risco com o BPA, que pode causar má-formação de fetos e intoxicação em crianças.
  • C para Corn syrup (Xarope de milho): usado em refrigerantes. A letra também é para Carboidratos, presente em bebidas açucaradas.
  • D para Dehydration (Desidratação): porque, afinal, você precisa beber, apesar de todas as opções anteriores não parecerem muito boas.

  • E para Eating (Comer): nem muito, nem pouco, comer na quantidade certa, porque uma dúzia de pratos pode ser o seu fim.
  • F para Fried food (Frituras): comidas gostosas, mas repletas de gordura.
  • G para Gluten (Glúten): se você acreditar nesse papo.
  • H para Hot dogs (Cachorros-quentes): ah, salsichas, quem sabe como elas são feitas?
  • I para Insecticide (Pesticida): borrifado excessivamente nos vegetais.
  • J para Jerky (Carne-seca): alimento que contém sal demais.
  • K para Kale (Couve): que, junto do repolho, pode causar problemas de tireoide.

Desistindo de comer e saindo de casa, a coisa fica ainda mais perigosa:

  • L para Lyme Disease (Doença de Lyme): doença debilitante transmitida por carrapatos.
  • M para Malarya (Malária): que você pode pegar com uma simples picada de mosquito.

  • N para N,N-Diethyl-meta-toluamide (N,N-dimetil-meta-toluamida): presente nos repelentes. Mata os insetos e te mata por dentro.
  • O para Oxygen-less recreation (Falta de ar): dificuldade de respirar em atividades ao ar livre.
  • P para Pollution (Poluição): trazida em cada inspiração de ar.
  • Q para Quicksilver (Mercúrio): altamente tóxico e arrasa com os peixes.

  • R para Radon (Radônio): difícil de detectar, pode causar câncer nos pulmões ao ser inalado.
  • S para Sunscreen (Protetor solar): a letra também serve para Sol. Ambos podem te matar. Que irônico, não é?
  • T para Tobacco (Tabaco): que nem precisa de explicações.
  • U para UV (Raios ultravioletas): cuja exposição excessiva pode causar males à pele.

  • W para Watching way too much TV (Assistir a muita TV): já que, além de tomar tempo, faz o cérebro lentamente definhar.
  • X para X-ray (Raios X): que em exposição prolongada é altamente cancerígeno.
  • Y para Yerba Mate (Erva-mate): que, pode não parecer, mas tem diversos efeitos colaterais, de pressão alta a desgaste nas articulações.
  • Z para Zealotry (Fanatismo): achando que encontrou a chave para a existência eterna.

...

Parece que não há muita escapatória para a única coisa certa na vida, então, não adianta se preocupar, basta viver normalmente. Como diz o próprio mensageiro da morte ao fim do vídeo: “Você não pode evitar o perigo. Vá em frente e tente. Não importa suas ações, você ainda vai morrer”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.