Quer uma forcinha na hora de subir ladeira de bicicleta? Veja essa invenção
91
Compartilhamentos

Quer uma forcinha na hora de subir ladeira de bicicleta? Veja essa invenção

Último Vídeo

Quem adotou a bicicleta como meio de transporte tem vários benefícios. Além de economizar em combustível, a magrela ainda oferece vantagens como melhorar o condicionamento físico para uma vida mais saudável, contribuir para um ar mais limpo e ainda poder desviar de engarrafamentos. No entanto, quem anda de bike também tem que enfrentar alguns obstáculos.

Muitas vezes, eles podem vir em forma de uma imensa ladeira. O jeito é tomar fôlego e pedalar com vontade. Outras vezes, é necessário descer da bicicleta para ir a pé empurrando-a, dependendo de quão íngreme é a subida. Porém, na Noruega, existe uma forma muito mais prática para os ciclistas subirem de forma mais fácil.

Na cidade norueguesa de Trondheim, a solução encontrada para isso foi um sistema que ajuda o ciclista na subida com um tipo de esteira rolante, mas ela é apenas para um pé, como você pode conferir nas imagens da galeria abaixo.

De acordo com o Bored Panda, o sistema foi criado na década de 90 por um cidadão que se cansou de aparecer para trabalhar suado e exausto devido às suas viagens de bicicleta até o serviço. Batizado de sistema Trampe, ele foi recentemente atualizado e renomeado como CycloCable, tendo levado já mais de 200 mil ciclistas ao longo do percurso íngreme de 150 metros.

Por ser algo curioso, o local do sistema se tornou também um ponto turístico. O CycloCable funciona da seguinte forma: o ciclistas coloca um pé na plataforma inclinada do sistema, que tem um tipo de trilo, e então ele será empurrado ladeira acima a uma velocidade de oito quilômetros por hora.

E a esteira de bicicleta não leva só quem usa esse tipo de transporte. Quem anda de patinete e até mães com carrinhos de bebê aproveitam a ajudinha do sistema para subir a imensa ladeira. É uma boa ideia para algumas cidades de solo muito irregular que tem muitas subidas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.