Existe um 'centro do Universo' em Tulsa, nos Estados Unidos

Criado em meados de 1980, após um incêndio que forçou a reconstrução de uma ponte em Tulsa, Oklahoma (EUA), o “centro do Universo” é um pequeno círculo de concreto de 30 polegadas de diâmetro dentro de um círculo maior feito de 13 tijolos, e que possui cerca de 2,5 metros de diâmetro. 

Mas em que isso tem a ver com o centro do Universo?

(Fonte: Wander Wisdom/Reprodução)(Fonte: Wander Wisdom/Reprodução)

O governo de Tulsa atribuiu esse nome à estrutura por ela apresentar algumas anomalias acústicas. Quando a pessoa se posiciona dentro do círculo de concreto menor e fala algo, é gerado um eco em um volume bem mais alto do que o que ela de fato produziu. Além disso, quem está do lado de fora do círculo de concreto, não consegue ouvir absolutamente nada ecoando, apenas a própria pessoa que produziu o som. E para tornar ainda mais curioso o fenômeno, quando uma pessoa de fora do círculo tenta falar com alguém do lado de dentro, essa pessoa ouve o som totalmente distorcido.

Até hoje ainda não encontraram uma resposta definitiva para esse tipo de anomalia, apenas teorias, sendo que algumas delas – as mais óbvias – apontam fantasmas e dimensões paralelas como explicação, enquanto outras mais plausíveis indicam que o som está sendo refletido pelas paredes perto do local.

(Fonte: Tulsa World/Reprodução)(Fonte: Tulsa World/Reprodução)

O mesmo tipo de fenômeno acontece no Lago George, em Nova York, Estados Unidos. Há uma plataforma circular com um mapa do lago pintado em azul e um padrão de uma bússola gravado sobre ele. No centro do círculo, dois trilhos de metal se cruzam, formando um 'X' que marca o ponto onde a pessoa deve se posicionar. Se quem está de frente para o lago começar a gritar, ouvirá a própria voz ecoando de volta como se fosse de outra dimensão e em um volume bem baixo, enquanto as pessoas ao redor ouvirão um som muito alto.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.