Onde são produzidos os iates luxuosos mais rápidos do mundo?
85
Compartilhamentos

Onde são produzidos os iates luxuosos mais rápidos do mundo?

Último Vídeo

A Wally é uma marca de iates criada, em 1994, pelo milionário italiano Luca Bassani. O sucesso da companhia não é algo para se surpreender; afinal, o próprio Bassani foi iatista por 40 anos até decidir criar a empresa. A razão para isso foi o descontentamento, tanto dele quanto de seus amigos possuidores de iates, com a qualidade dos produtos disponíveis no mercado.

Assim, como se trata de um conhecedor do assunto (e não apenas um investidor desavisado), o ricaço decidiu se focar naquilo que acreditava estar faltando na indústria: modelos náuticos personalizados e voltados para o alto desempenho. Com a qualidade sempre como prioridade máxima, não é estranho a Wally ser a única empresa do ramo a já ter ganhado duas vezes o Compasso D’oro, competição que premia os melhores designs de produtos.

Uma casa em Alto-mar Fonte da imagem: Divulgação/Wally

Como seria de se esperar, os modelos desenvolvidos pela Wally não são para qualquer um comprar, custando na faixa do 33 milhões de dólares. Entre os iates mais famosos da empresa, se destacam dois: o modelo 118 é o mais rápido do mundo (alcançando 60 nós de velocidade com motor de 17 mil CV), enquanto o Gigayacht é o maior já construído, uma verdadeira ilha flutuante (ele tem 58 metros de comprimento). Obviamente, só existe um de cada no mundo.

Depois de 20 anos como líder do mercado, finalmente a Wally permitiu que um fotógrafo registrasse cenas da linha de produção da companhia. O sortudo foi Benedict Redgrove, o qual bateu as fotos que você pode ver na galeria abaixo. Nas imagens, você confere como os iates parecem antes de receber os detalhes finais estéticos e de acabamento, estando ainda completamente abertos.

Cabeamento

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict Redgrove

Entrada

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict RedgroveBranco total

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict RedgroveMão de obra

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict RedgroveAcabamento

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict RedgroveFiação elétrica

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict RedgroveQuase lá

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict RedgroveSem medo de altura

Fonte da imagem: Reprodução/Benedict Redgrove

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.