Rio de lixo impressiona e ameaça a saúde pública na capital do Líbano
258
Compartilhamentos

Rio de lixo impressiona e ameaça a saúde pública na capital do Líbano

Último Vídeo

Na capital do Líbano, Beirute, um verdadeiro “rio de lixo” está se formando com o acúmulo de resíduos que estão sem um destino desde que o aterro sanitário da cidade foi fechado, em julho do ano passado. As imagens são impressionantes e mostram toneladas de lixos que estão modificando a paisagem da região.

Além da poluição visual, o pior mesmo é o risco que o acúmulo descontrolado de lixo traz à saúde pública e ao meio ambiente. Nenhuma alternativa foi apresentada, e o depósito irregular cresce a cada dia. Atualmente, mais de 2 milhões de toneladas de resíduos se acumulam no subúrbio de Jdeideh.

Toneladas de resíduos mudaram a paisagem do subúrbio Jdeideh, em Beirute

O “rio de lixo”, como vem sendo chamado, oferece riscos a lençóis freáticos que alimentam rios de verdade da capital libanesa. Caso isso aconteça, o fornecimento de água ficará bastante comprometido. Muitas pessoas estão queimando o próprio lixo, mas a fumaça tóxica compromete a saúde – tanto que os problemas respiratórios já aumentaram em 25%.

Uma empresa britânica se ofereceu para levar os resíduos até aterros na Rússia, mas a documentação não ficou pronta, deixando a proposta às moscas. Segundo moradores, o cheiro é insuportável, mas deve piorar ainda mais quando o verão chegar no Hemisfério Norte, em junho. O caso lembra a situação calamitosa enfrentada pela China, que relatamos aqui no Mega no final do ano passado.

***

Confira o "rio de lixo" que ameaça a saúde pública no Líbano. Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.