7 curiosidades impressionantes e absurdas sobre a China
741
Compartilhamentos

7 curiosidades impressionantes e absurdas sobre a China

Último Vídeo

1. Represa gigantesca retardou a rotação da Terra

A hidrelétrica Três Gargantas é um colosso: com um reservatório de água com quase 40 quilômetros cúbicos de água, a construção afetou a rotação da Terra! Claro que a diferença é microscópica, com os dias durando 0,06 microssegundos a mais por conta da barragem.

2. Habitantes das cavernas

Com 1,4 bilhão de pessoas, a China é o país mais populoso do mundo. Além disso, mais impressionante que essa quantidade absurda de gente, existe o fato de que ao menos 30 milhões delas vivem em cavernas. Isso é o equivalente a todos os brasileiros que moram na região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

E se você acha que isso é ruim, talvez precise conversa com um chinês: a grande maioria adora morar nesses lugares. A maior concentração de habitantes de cavernas está na província de Shaanxi, que tem solo poroso e falésias mais fáceis de serem escavadas. Boa parte das casas tem energia elétrica e encanamento de água.

O fato de ser uma moradia barata (ou até de graça) faz com que muita gente opte por esse tipo de habitação. Sem contar, é claro, o sossego de não precisar morar em um grande centro urbano, altamente poluído e barulhento.

3. Exército de pombos

Em 2011, veio a público a notícia de que os militares chineses acabavam de “nomear” 10 mil pombos como membros da divisão em Chengdu. As aves tinham missões oficiais militares em regiões de fronteira.

A ideia é que se Pequim for destruída por alguma bomba nuclear, os pombos possam transmitir as notícias a cantos remotos e isolados em uma velocidade bastante elevada. Esse tipo de comunicação já foi usado com eficiência pela China quando o país foi invadido pelo Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

4. Lá existe só UM fuso horário

Aqui no Brasil, temos 4 fusos horários diferentes. Já a Rússia possui 9 fusos. Países com maior extensão territorial adotam horários diferentes para cada região, mas este não é o caso da China: por lá, só existe 1 fuso horário, o de Pequim.

Isso leva a situações meio malucas com o sol nascendo só às 10 horas da manhã e se pondo depois da meia-noite, dependendo da região. Isso gera revolta de grupos étnicos que se recusam a reconhecer o horário de Pequim como o único de toda a China. Lugares como o Tibete tentam adotar horários próprios, mas acabam criando ainda mais problemas para a população que não sabe qual horário seguir oficialmente.

5. Você precisa de autorização para reencarnar

Se você é um chinês religioso que acredita em reencarnação, é bom você começar a burocracia da vida seguinte ainda nesta: por lá, é preciso de uma autorização oficial para reencarnar! Essa prática começou em 2007, mas até agora ninguém voltou dos mortos em outro corpo para dizer se foi solicitado algum tipo de documento.

Essa decisão bizarra tinha o intuito de atingir o Dalai Lama, que segundo a crença tibetana reencarna de tempos em tempos. E como o Tibete luta para se tornar um estado independente, nada melhor do que “proibir” o seu maior líder de reencarnar e continuar com esse processo separatista, não é mesmo?

6. Os livros são vendidos por peso

Ok, nem todas as regiões da China adotam essa prática bizarra, mas cidades extremamente populosas como Xangai vendem os livros pelo seu volume e não por sua qualidade. Já imaginou a fortuna que deve ser “O Senhor dos Anéis”? Já “Harry Potter” deve ter seu preço aumentando consideravelmente ao longo da saga.

7. Um em cada cinco seres humanos vivos é chinês

Que a China é o país mais populoso do mundo, você já está careca de saber; entretanto, essa proporção é ainda mais surreal se pensarmos numa proporção planetária: 20% das pessoas vivas atualmente nasceram por lá! Para efeitos comparativos, a população brasileira representa pouco menos de 3% da população da Terra.

*Publicado em 19/1/2017

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.