Por que o café da manhã deveria ser sua maior refeição do dia?
34
Compartilhamentos

Por que o café da manhã deveria ser sua maior refeição do dia?

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Todo mundo que se interessa por nutrição e alimentação saudável já ouviu esse papo de que o café da manhã deveria ser a mais importante refeição do dia, não é mesmo? Pois, de acordo com Angela Nelson, do site Mother Nature Network, um estudo recente apontou que, além de ser a mais importante, essa refeição também deveria ser a maior consumida diariamente, especialmente para quem está preocupado com a balança e querendo perder uns quilinhos de sobra.

O estudo

Segundo Angela, a pesquisa envolveu 50 mil adultos, todos adventistas do sétimo dia — um grupo religioso que, nos EUA, é conhecido por ter hábitos alimentares saudáveis. Após analisar como essas pessoas faziam suas refeições, o estudo revelou que as que comiam mais no começo do dia eram mais propensas a ter índices de massa corporal (IMC) mais baixos do que as que consumiam as refeições mais volumosas ao final do dia.

café da manhã fartoNo capricho (Pixabay/Bernadette Wurzinger)

Além disso, os menores IMCs foram registrados entre os participantes (8% do total) que se alimentavam pela manhã e comecinho da tarde antes de jejuar pelas próximas 18 horas. Ademais, o estudo apontou que ingerir mais calorias no início do dia — e menos ao final — pode acelerar o metabolismo, prevenir a obesidade, ajudar a reduzir os índices de colesterol e a pressão sanguínea e, portanto, o surgimento de problemas cardiovasculares.

Com relação ao jejum especificamente, uma das autoras do estudo, Dra. Hana Kahleova, explicou que a abstenção sinaliza ao organismo que ele deve começar a queimar a gordura acumulada na forma de gordura para, assim, obter a energia necessária para se manter em funcionamento. E os pesquisadores acreditam que o nosso corpo está programado para ser alimentado de forma cíclica, intercalando períodos de ingestão de comida com períodos de jejum.

Mudança de hábitos

A descoberta é interessante e apoia o que dizem por aí há muito tempo. No entanto, a verdade é que muitos de nós seguimos uma rotina bem diferente, isto é, engolimos qualquer coisinha no café da manhã — ou pulamos essa refeição completamente —, comemos mal na hora do almoço (isso quando temos tempo de almoçar direito) e só nos sentamos para apreciar um bom prato de comida à noite, durante o jantar.

prato de comida e caféMais importante do dia (Pixabay/Photo-Mix)

O interessante é que esse estudo do qual estamos falando — conduzido por pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade Loma Linda, na Califórnia — não é o único nesse sentido. Pesquisas anteriores já haviam apresentado evidências de que consumir um café da manhã nutritivo e equilibrado pode ajudar no emagrecimento e que os horários nos quais fazemos as refeições podem impactar na nossa saúde.

Experimentos com animais apontaram que quando eles são alimentados durante períodos de pouca atividade, seus relógios biológicos sofrem um “reset” e o metabolismo de nutrientes sofre alterações que resultam em ganho de peso, aumento de resistência à insulina e surgimento de inflamações — e a suspeita é que nos humanos ocorra o mesmo. Apoiando essa teoria, estudos apontaram que pessoas que “pulam” o café da manhã são mais propensas a desenvolver diabetes e sofrer de obesidade. Então, já sabe, né? Não deixe de saborear o seu!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.