Aos 29 anos, mulher realiza o sonho de se tornar uma mãe virgem
172
Compartilhamentos

Aos 29 anos, mulher realiza o sonho de se tornar uma mãe virgem

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Lauren é uma jovem canadense que tem 29 anos de idade e não se sente confortável em relacionamentos amorosos e íntimos, de um modo geral. Virgem, ela conta que não gosta nem mesmo de beijar na boca, por achar a experiência estranha demais.

Ainda que seu interesse sexual não exista, isso não a impediu de ter vontade de ser mãe. Ao falar sobre seu desejo de ter um filho mesmo sendo virgem, Lauren não recebeu apoio de amigos, familiares e até mesmo de alguns dos médicos que consultou. A recepção negativa da ideia não a impediu, no entanto, de buscar um banco de esperma para realizar seu sonho.

Depois de passar pelos tratamentos necessários para a fertilização in vitro, Lauren agora está grávida e deve dar à luz ao filho em junho. Seu desejo é o de continuar virgem pelo resto da vida e não namorar ninguém.

Hipopituitarismo

gestação

Toda essa repulsa que a jovem tem por relacionamentos amorosos e sexuais parece ter relação com o hipopituitarismo, uma condição rara que acompanha Lauren desde que era muito mais nova.

A condição faz com que a glândula pituitária não se forme adequadamente, e isso afeta a produção de hormônios. Por isso, Lauren entrou na puberdade mais tarde, e a diferença dela e dos amigos adolescentes acabou contribuindo também para o surgimento de bullying e, por consequência, de isolamento social.

Em declaração publicada no Daily Mail, Lauren contou que já se envolveu em encontros românticos, mas que sente que isso não faz sentido e que não é para ela, que prefere se concentrar em si mesma.

Depois que conseguiu engravidar, no entanto, a canadense chegou a pensar em ter relações sexuais com alguém para saber como seria, mas suas experiências românticas negativas, mesmo que envolvendo apenas a troca de beijos, acabam a impedindo de tentar fazer sexo com alguém.

Ainda que tenha passado por uma juventude diferente e com muitos dilemas, Lauren acredita que é a gravidez o seu maior desafio hormonal. Mesmo fazendo parte de uma comunidade extremamente religiosa, ela afirma que sua decisão não tem nada a ver com a religião.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.