Existe problema em beber a própria urina?
37
Compartilhamentos

Existe problema em beber a própria urina?

Último Vídeo

Foram necessários milhões de anos para que chegassemos até aqui. Durante todo esse tempo, desenvolvemos ferramentas e tecnologias que nos proporcionaram mais qualidade de vida. Seja através de equipamentos ou até mesmo pequenas atitudes, como lavar bem as mãos, que podem nos livrar de problemas muito maiores.

Mesmo assim, técnicas de cura no mínimo suspeitas continuam a se popularizar, e beber a própria urina como medicamento é uma delas. Já falamos aqui no Mega sobre a urinoterapia e como essa prática não é aconselhada, mas seria a nossa urina estéril? Existe algum problema em bebê-la?

1

Composição da urina

Micróbios estão ao nosso redor, e por todo nosso corpo, sendo que nem mesmo a placenta, que envolve o feto durante toda a gestação, está livre deles. Esse convívio diário com colônias de bactérias, ou microbiomas, é necessário para que o corpo desenvolva defesas e se prepare para o mundo real.

Apesar disso, algumas pessoas, inclusive médicos, ainda afirmam que a urina é estéril, a não ser que você possua alguma infecção no trato urinário. Essa informação é antiga e vem da época em que bactérias no corpo humano eram sempre consideradas como algo ruim.

Hoje a ciência evoluiu, e médicos sabem que seria quase impossível não existir micróbios na urina, pois o nosso corpo possui uma infinidade deles, inclusive alguns de vital importância para o correto funcionamento de certas funções corporais. Na verdade, existem pesquisas indicando que a reposição da bactéria encontrada na vagina ajuda a prevenir, ou até tratar, casos de infecção urinária em mulheres, provando que os microbiomas são importantes para a saúde das pessoas.

2

Dessa forma, sabemos que nossa urina não é estéril, mas as bactérias existentes nela possuem um propósito. Então, já que as bactérias do próprio corpo fazem bem, podemos — ou devemos — beber a própria urina?

De modo geral, e pontualmente, não existem maiores problemas em beber sua própria urina. Se existissem problemas graves, não teríamos mais adeptos da urinoterapia para propagar os benefícios da sua fonte de saúde.

Em uma situação extrema, em que você não tenha acesso a nenhum tipo de bebida, é até aceitável ingerir xixi por um ou dois dias. O problema está na alta concentração de sódio, o que em longo prazo vai acabar sobrecarregando seus rins e tornando o problema de desidratação maior ainda. Dito isso, é bom saber também que é possível viver por 3 dias sem água, desde que você não esteja suando muito.

3

No fim das contas, não existe um motivo lógico para beber sua própria urina. Caso opte por fazer isso, seja lá por quê, saiba que existem bebidas bem mais agradáveis de se ingerir e que até podem fazer você escalar uma montanha sem querer.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.