Homem descobre que dores de cabeça eram pedaços de madeira em seu cérebro

Homem descobre que dores de cabeça eram pedaços de madeira em seu cérebro

Último Vídeo

Um chinês buscou atendimento em um hospital na província de Yunnan com uma das pálpebras muito inchada e reclamando de uma forte dor de cabeça. Após a realização de exames, o resultado surpreendente: havia vários pedaços de maneira presos ao cérebro dele.

De acordo com os médicos, o homem de 41 anos disse ter percebido que algo não estava certo há 2 meses, quando a pálpebra começou a inchar e as dores de cabeça, que antes ele considerava ocasionais, passaram a piorar. Depois de uma tomografia, foi identificado que existiam pedaços de madeira com 11 centímetros de comprimento presos em seu cérebro. 

Foto: Chinanews/Reprodução

O mais surpreendente é que durante a investigação para descobrir como os pedaços foram parar dentro da cabeça, o homem se lembrou de um acidente sofrido há 5 anos, enquanto ele trabalhava em um bosque. Ele tropeçou e caiu batendo o rosto em um galho de árvore que perfurou a pálpebra direita e entrou na órbita ocular. Na ocasião, ele mesmo tirou o galho e estancou o sangramento. Como não sentiu problemas imediatos com a visão e não tinha dinheiro, não foi ao hospital na época e deixou a ferida curar sozinha. Pelo menos era o que ele acreditava.

Segundo o paciente, durante os anos que se passaram, de vez em quando ele sentia fortes dores de cabeça, mas não pensou que as crises estivessem associadas ao acidente. Por sorte, nenhuma das lascas de madeira atingiu vasos sanguíneos ou nervos importantes.

Mesmo com o laudo médico e a necessidade de uma cirurgia de emergência, o homem e sua esposa ficaram relutantes em realizar o procedimento, com o receio de não conseguirem arcar com as despesas. O procedimento foi realizado só depois que os médicos asseguraram que tentariam tudo que estivesse ao alcance para não causar danos permanentes, além de elaborarem um plano de tratamento acessível.

A operação foi um sucesso, e os médicos extraíram vários pedaços de madeira, alguns dos quais estavam a apenas 5 milímetros de pontos vitais.

Foto: Chinanews/Reprodução

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.