Adolescente perde visão e audição por se alimentar mal

Adolescente perde visão e audição por se alimentar mal

Último Vídeo

Um adolescente inglês de 17 anos ficou cego e surdo após anos de uma dieta baseada em comida processada, em especial batatas fritas. A família do jovem, que vive na cidade inglesa de Bristol, percebeu que algo estava seriamente errado quando ele começou a perder a audição aos 14 anos. Posteriormente, sua visão também se deteriorou. A falta de nutrição do adolescente danificou gravemente seu nervo óptico, causando uma condição conhecida como neuropatia óptica nutricional.

Rapaz comia apenas batatas fritas, Pringles, salsichas, presunto processado e pão branco. Fonte: Divulgação/Pixabay. 

A mãe do garoto, que pediu para não ser identificada, disse que a partir dos sete anos de idade, seu filho começou a comer apenas batatas fritas, Pringles, salsichas, presunto processado e pão branco. "Notamos pela primeira vez quando ele voltava do primário sem nem mesmo tocar no almoço. Eu preparava sanduíches e adicionava uma maçã ou qualquer outra fruta, mas ele não comia nada. Os professores também ficaram preocupados", disse a mãe. "Seus irmãos nunca pararam de comer, mas ele parecia tão saudável quanto eles, então não tínhamos preocupações com o peso. Você ouve falar de junk food e obesidade o tempo todo — mas ele era magro como um rastelo", finalizou.  

Atualmente com 19 anos, o rapaz sofre um distúrbio alimentar conhecido como ARFID (transtorno restritivo da ingestão de alimentos evitativo), caracterizado pela ingestão de pequenas quantidades de comida. Além disso, as pessoas que sofrem com a doença também podem evitar alimentos com determinada textura, cheiro, aparência ou sabor, ou até mesmo só os comem em uma certa temperatura.

A médica Denize Atan, que cuidou do rapaz no Hospital Universitário Bristol, contou que apesar do quadro nutricional ter melhorado após o uso de suplementos vitamínicos, o adolescente mantém a sua dieta restritiva. “Quando esse comportamento começa quando criança, ele tende a continuar como adulto. O alimento processado não era o problema em si. O problema era que ele estava comendo somente esse tipo de comida", explicou Atan. "Os nutrientes são extremamente importantes para a visão e a audição — mas muitas pessoas não sabem disso".

A família do rapaz ficou chocada com o diagnóstico. "Não podíamos acreditar quando nos disseram o que havia acontecido. Fomos informados de que o dano é irreversível, tem sido um pesadelo", lamentou. A família concordou que o caso fosse publicado na revista científica Annals of Internal Medicine como uma forma de aumentar a conscientização sobre o ARFID e a importância da nutrição para a saúde ocular e auditiva.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.