Casos de coronavírus em cruzeiro japonês disparam e mortes batem recorde

Casos de coronavírus em cruzeiro japonês disparam e mortes batem recorde

Último Vídeo

O navio Diamond Princess, que está atracado em Yokohama, no Japão, está sofrendo com uma crise de coronavírus. O cruzeiro teve seu primeiro caso da doença confirmado na segunda-feira (3) e, desde então, está em quarentena. A previsão inicial informa que ele deve ficar nessa situação até o dia 19 de fevereiro, ao menos essa é a expectativa para a maioria dos passageiros. Na manhã de hoje (10), foram confirmadas 135 pessoas infectadas. 

São mais de 3,7 mil pessoas dentro do Diamond Princess, sendo 2,666 passageiros e 1,045 tripulantes. A média dos presentes do navio é de 70 anos de idade. Quando uma pessoa tem o resultado positiva para a presença do vírus, ela é removida do navio e levada para ser tratada em terra firme.

(Fonte: Kim Kyung-Hoon/Reuters)

A quarentena do Diamond Princess

A situação do navio começou quando um passageiro de 80 anos de idade desembarcou em Hong Kong e foi confirmado que ele portava o coronavírus. Dessa forma, ao chegar à região de Yokohama, no Japão, o cruzeiro foi colocado em quarentena dentro do oceano. Os passageiros estão sendo obrigados a ficarem dentro dos seus quartos para evitar que a doença se espalhe.

Mesmo assim, o aumento do número de casos dentro do cruzeiro é impressionante: na semana passada, haviam apenas 10 pessoas infectadas e, nesta manhã, foram confirmados 135 casos dentro do navio. Entretanto, o número de casos confirmados não é preciso.

Segundo informações da NHK News do Japão, somente as pessoas que apresentam os sintomas são testadas para a presença do coronavírus. Portanto, a grande maioria do navio ainda não foi examinada e pode estar com o vírus em período de incubação. Para resolver essa questão, um grupo de especialistas em doenças infecciosas deve conduzir uma pesquisa dentro do Diamond Princess nesta terça-feira (11), de acordo com o NHK News.

A situação do cruzeiro é assustadora. Inúmeras ambulâncias esperam pelos infectados que estão saindo do navio. Pessoas presas fazem placas e sinais solicitando remédios. As autoridades japonesas estão tentando manter todos os passageiros abastecidos com as suas respectivas necessidades.

(Fonte: Kazuhiro Nogi/AFP)

Recorde de mortes por coronavírus

A China divulgou que, somente no domingo (9), 97 pessoas morreram do vírus. Este é um novo recorde para número de óbitos em decorrência do coronavírus em um único dia. Foram confirmadas mais de 900 mortes por conta da doença e mais de 39 mil casos de pessoas infectadas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.