Seja o primeiro a compartilhar

Bactérias na poeira da cama podem auxiliar na saúde do bebê

Poeira no quarto, principalmente na cama do bebê, pode ser o pesadelo de muitas mães, que se preocupam constantemente em manter seus filhos longe de germes e bactérias

No entanto, um novo estudo realizado por pesquisadores dinamarqueses realizado pelo departamento de biologia da Universidade de Copenhague, juntamente com o Centro Pediátrico de Asma e o Hospital Gentofte, encontrou uma correlação que sugere que os microrganismos que vivem no pó do berço de infantes podem reduzir os riscos de a criança desenvolver asma, alergias e doenças autoimunes quando crescer.

(Fonte: Pixabay/Reprodução)
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Para compreender melhor essa correlação, os cientistas analisaram amostras de poeira de 577 camas de nenéns e compararam com amostras respiratórias de 542 crianças.

“Vimos uma correlação entre as bactérias que encontramos na poeira da cama e as que encontramos nas crianças. Embora não sejam as mesmas, é uma descoberta interessante que sugere que elas afetam umas às outras. Pode ser que tenha um impacto na redução dos riscos de asma e alergia nos anos posteriores”, explicou Søren J. Sørensen, um dos responsáveis pela pesquisa e professor do departamento de biologia da universidade. 

(iStockphoto/Reprodução)
(Fonte: iStockphoto/Reprodução)

No total, foram encontradas 930 bactérias diferentes, e as variações dependiam muito do local de residência, com casas rurais contendo um número maior do que as de residências urbanas.

Vale lembrar, que estudos anteriores já indicavam que uma grande quantidade de microrganismos nos lares contribui para que a criança desenvolva uma maior resistência a enfermidades e alergias.

“Para melhorar o tratamento dessas doenças, precisamos entender os processos pelos quais os microrganismos surgem durante os primeiros estágios da vida. E, parece que a cama desempenha um papel importante”, disse Søren.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.