Seja o primeiro a compartilhar

Dia Mundial da Saúde e da Nutrição: dicas para uma vida equilibrada

Em tempos em que nossa saúde está em risco por causa da pandemia de covid-19, o Dia Mundial da Saúde e da Nutrição deve ser mais valorizado e colocado em pauta. O grande propósito designado pelo Ministério da Saúde é fazer as pessoas refletirem não apenas sobre seus hábitos alimentares, mas também sobre a escolha por uma vida mais saudável em todos os âmbitos, que consequentemente resultará em uma melhora na qualidade e no equilíbrio da vida.

Esse equilíbrio envolve a definição de "saúde" que foi determinada pela OMS (Organização Mundial da Saúde): "é o completo bem-estar físico, mental e social". Sem esse conjunto de elementos em harmonia é impossível ser tecnicamente saudável.

Depressão e ansiedade

O aumento de casos de depressão e ansiedade no Brasil foi constatado por uma pesquisa feita pela Universidade Estadual Rio de Janeiro (UERJ) no início da quarentena, em março de 2020. A porcentagem de pessoas com depressão que era de 4,2% foi para 8% e os casos de ansiedade foram de 8,7% para 14,9%.

Outras razões pelas quais as pessoas sentem-se desmotivadas e se encontram em um quadro de saúde crítico é a falta de socialização e da prática de exercícios físicos recorrentes. Mesmo assim, dada essa fase atípica na nossa história, devemos obedecer todos os protocolos de segurança para depois retomarmos a vida normal sem riscos.

Aumento de casos de depressãoAumento de casos de depressão

Melhor nutrição, mais saúde

A nutrição intermediada por um profissional qualificado supre, através de estratégias específicas (planejamento, reeducação alimentar, alimentos funcionais que possuem compostos bioativos), todas as necessidades nutricionais do paciente.

A nutrição proporciona prazer através da comida, melhora do sistema imunológico e oferece tudo aquilo que é indispensável para o nosso organismo:  carboidratos, proteínas, lipídios, minerais, vitaminas e fibras. Portanto, de maneira equilibrada, a nutrição promove a saúde.

Infelizmente, a situação brasileira não é das mais favoráveis: as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) — como hipertensão, diabetes, obesidade —, estão tomando conta da população em decorrência da má alimentação e da maior ingestão de ultraprocessados (alimentos que possuem maiores quantidades de sal, açúcar, gordura e aditivos), além da menor ingestão de alimentos in natura. A dica pode ser clichê, mas é muito verdadeira: quando for comer, descasque mais e desembale menos.

Hábitos saudáveis e estilo de vidaHábitos saudáveis e estilo de vida

Não aplique isso somente neste dia 31, mas coloque sempre em prática hábitos saudáveis, faça sua mente trabalhar a seu favor, procure o equilíbrio e incentive outras pessoas a fazerem o mesmo.

***

Marcela Andrade, colunista do Mega Curioso, é bacharel em Comunicação Social com habilitação es Relações Públicas, é bacharel em Nutrição, perita judicial na área da Nutrição, e pós-graduanda em Saúde Pública com ênfase em Estratégia Saúde da Família.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER